Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

CITAÇÃO DO DIA

“Jesus era tão bom, humilde e sábio que ele não queria ser adorado, muito menos ser pop star, ele queria apenas fazer com os homens enxergassem o caminho do bem e do mal para que pudéssemos escolher, mostrar que todos nós temos Deus dentro de nós e não precisamos de intermediários pra falar com Ele, mas a humanidade ainda não aprendeu isso, mesmo em 2000 anos.” (RAUL SANTOS SEIXAS)

CHARGE DO DIA


RAPIDINHAS DO BLOG...

BANDEIRA FICA VERDE EM FEVEREIRO, E CONTA DE LUZ CONTINUA SEM COBRANÇA EXTRA
Os consumidores não terão cobrança extra na conta de luz em fevereiro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou que, assim como em janeiro, a bandeira tarifária ficará na cor verde no mês de fevereiro. Segundo a Aneel, “a condição hidrológica favorável possibilitou o acionamento de térmica com Custo Variável Unitário (CVU) abaixo de R$ 211,28 por megawatt-hora (R$/MWh).” Isso significa que as chuvas vêm sendo suficientes para recuperar os reservatórios das principais hidrelétricas e, por isso, há menos necessidade de uso de termelétricas para atender à demanda do país por energia. O sistema de bandeiras tarifárias criou uma taxa extra que é cobrada nas contas de luz sempre que o custo de geração de energia fica mais alto, em decorrência do acionamento de usinas termelétricas, que produzem uma energia mais cara. Esses acionamentos geralmente ocorrem por causa do baixo índice de chuvas, o que reduz o armazenamento de água nos reservatórios das usinas hidrelétricas.
Atualmente quando o custo da térmica mais cara do sistema é de até R$ 211,28 por megawatt-hora (MWh) a bandeira fica verde, o que significa que não há cobrança extra. Se a térmica mais cara estiver entre R$ 211,28/MWh e R$ 422,56/MWh, a bandeira acionada é a amarela, que implica em uma cobrança de R$ 1,50 a cada 100 kWh consumido. A bandeira tarifária vermelha 1 é acionada quando o custo da térmica mais cara estiver entre R$ 422,56/MWh e R$ 610/MWh, o que levará a uma cobrança de R$ 3 por 100 kWh. A vermelha 2 é acionada sempre que a térmica ultrapassar o custo de R$ 610/MWh, o que leva a uma cobrança de R$ 4,50 a cada 100 kWh. Em 2016, a bandeira foi verde na maior parte do ano. A bandeira vermelha 1 foi acionada em janeiro e fevereiro, a amarela em março e novembro. No restante do ano, os consumidores não pagaram taxa extra na conta de luz. Em janeiro deste ano a bandeira também foi verde.

CIENTISTAS COMPRIMEM HIDROGÊNIO A PONTO DE VIRAR METAL E CONFIRMAM TEORIA DE MAIS DE 80 ANOS
Cientistas dos Estados Unidos conseguiram comprimir hidrogênio a ponto de transformá-lo em metal, de acordo artigo da revista "Science" da semana passada. Esse tipo de material é totalmente novo e poderia ser usado como um bom condutor de eletricidade, segundo os pesquisadores. A descoberta é a primeira confirmação da teoria dos físicos Hillard Bell Huntington e Eugene Wigner, criada em 1935. Eles apresentaram a hipótese de que o hidrogênio, que fica naturalmente no estado gasoso, pode se transformar em metal após passar por extrema pressão. Para conseguir o feito, os físicos da Universidade de Harvard Isaac Silvera e Ranga Dias comprimiram uma pequena amostra de hidrogênio com uma pressão de 32,5 milhões de quilos em 6,5 cm², maior que a encontrada no centro da Terra. Várias equipes de pesquisa tentavam desenvolver o hidrogênio metálico. O novo material é altamente valorizado. Atualmente, os supercondutores, como aqueles usados em ressonâncias magnéticas, precisam ter suas máquinas resfriadas com hélio em estado líquido e em temperaturas muito baixas. Isso encarece o processo. "Este é o Santo Graal da física de alta pressão", disse Silvera. "É a primeira amostra de hidrogênio metálico da Terra. Quando você está olhando pra ela, você está olhando para algo que nunca existiu antes", completou em comunicado. O professor de física David Ceperley, da Universidade de Illinois, não participou do estudo, mas disse que a descoberta, se confirmada, encerra uma pesquisa que levou décadas para ver como o hidrogênio - o elemento mais comum no universo - pode se tornar um metal.

ALEMANHA APROVA PROJETO QUE PERMITE CIRCULAÇÃO DE CARROS AUTÔNOMOS
O governo da Alemanha aprovou um projeto para reformar a legislação de trânsito e permitir que carros autônomos circulem nas estradas do país, destacando, porém, que os motoristas não ficam isentos de responsabilidades nesse tipo de veículo. O ministro dos Transportes, Alexander Dobrindt, apresentou a medida como a "regulação de tráfego mais moderna do mundo" por colocar no mesmo plano jurídico o motorista e o computador de bordo. "Os veículos autônomos são a maior revolução na mobilidade desde a invenção do automóvel", ressaltou Dobrindt, que explicou que o projeto permite que o sistema automático assuma de forma completa a direção e que o motorista, enquanto isso, possa tirar as mãos do volante para navegar pela internet ou enviar e-mails. De acordo com o governo, o projeto afeta os carros "altamente automatizados", nos quais o motorista não é obrigado a prestar atenção na direção de forma constante e que avisa quando é necessário assumir o controle do veículo. A lei determina que o piloto automático não substituirá o motorista. Além disso, o sistema tem que poder ser desativado ou cancelado em qualquer momento. O principal ponto do projeto é que o motorista "sempre terá a responsabilidade ao usar o computador doe bordo". Para descobrir o culpado em caso de acidente, os veículos terão uma espécie de "caixa-preta", um aparelho que mostrará informações da viagem e que permitirá esclarecer se houve falha humana ou técnica, da qual o motorista não pode ser responsabilizado. O governo da Alemanha explicou que as especificações técnicas necessárias estão sendo analisadas na Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa. 

VOCÊ SABIA?

OS CÃES PODEM SENTIR O CHEIRO DO MEDO?
Apesar de você perceber nitidamente que o cão dá aquela farejada em você, é exagero dizer que ele está “cheirando” o seu medo. A verdade é que você demonstra o seu temor de muitas outras maneiras: através da sua postura, tensão muscular e expressão facial, por exemplo. Jim Johnston conduziu pesquisas de laboratório sobre o tema e disse que, apesar de o nosso corpo ter uma reação química quando estamos com medo, a ciência não conseguiu isolar os tais “componentes do pânico”. “O mais provável é que os cães respondam às reações de medo humano com base em pistas visuais do comportamento. Por exemplo, nossos músculos ficam tensos, mudamos nossa respiração e os nossos movimentos tendem a ser mais rápidos”, diz o pesquisador. Ele ainda completa, explicando que os cães são muito sensíveis aos aspectos sutis do comportamento humano e são suscetíveis a responder a tais mudanças. Assim, apesar de suarmos mais quando estamos nervosos, dizer que um cão “sente o cheiro” do medo não é realmente verdade. 

BIOGRAFIA DE CELEBRIDADES

BIOGRAFIA DE AL PACINO
Al Pacino (1940) é um ator, diretor e roteirista norte americano de cinema e teatro. Foi o primeiro ator a ser indicado no mesmo ano ao Oscar, nas categorias melhor ator e melhor ator coadjuvante. Recebeu o Oscar de Melhor Ator por sua atuação no filme “Perfume de Mulher”. Alfredo James Pacino (1940), conhecido como Al Pacino, nasceu em East Harlen Manhattan, Nova Iorque, no dia 25 de abril de 1940. Filho de Salvatore Pacino e Rose Gerard, ambos de ascendência italiana. Tinha dois anos quando seus pais se separaram. Seu pai foi morar na Califórnia e sua mãe mudou-se para South Bronx, para viver na casa de seus pais. Com 17 anos, “Sonny”, como era chamado pelos amigos, aspirava ser jogador de basebol e também ser ator. Ao abandonar a escola, se desentendeu com a mãe, saiu de casa e para se sustentar e financiar sua formação de ator trabalhou como mensageiro, garçom, porteiro e empregado dos correios. Começou cedo a beber e tornou-se usuário de maconha. No início da carreira, atuava em pequenas peças de garagem de Nova Iorque. Foi rejeitado pela Actors Studio, mas se juntou ao Hebert Berghof Studio (HB Studio), onde conheceu o professor de atuação Charlie Laughton, que se tornou se mentor e melhor amigo. Em suas primeiras atuações no palco, ganhou um Obie Award por sua interpretação em “The Indian Wants The Bronx” e um Tony Award por “Does The Tiger” Wear a Necktie?”. No cinema, a estreia aconteceu em 1969, com uma pequena participação no filme “Uma Garota Avançada”. Em 1971, sua atuação em “Os Viciados”, chamou a atenção do cineasta Francis Ford Coppola, que o selecionou para atuar na trilogia “The Godfather” (1972), (O Poderoso Chefão), de Coppola, que lhe rendeu uma indicação ao “Oscar de Melhor Ator Coadjuvante” no papel de Michael Corleone, o filho mais novo de Dom Vito Corleone (Marlon Brando). Em 1974 repetiu seu papel no “Poderoso Chefão Parte II”, quando foi indicado ao “Oscar de Melhor Ator”. Em 1990 atuou no terceiro filme da trilogia. Depois de várias indicações ao Oscar de Melhor Ator em “Um dia de Cão” (1975), “Justiça Para Todos” (1979), “Dick Tracy” (1990), “O Sucesso a Qualquer Preço” (1992), recebeu o “Oscar de Melhor Ator de 1993” em Perfume de Mulher (1992), por sua atuação como Frank Slade, um tenente coronel aposentado cego que contrata o estudante Charlie Simms para acompanha-lo em uma viagem a Nova Iorque. Nesse mesmo ano foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante com o filme “Glengarry Glen Ross” (Sucesso a Qualquer Preço). Entre os últimos trabalhos de Al Pacino, destacam-se: “Insônia” (2003), As Duas Faces da Lei” (2008), “Amigos Inseparáveis” (2012), “Salomé” (2013), “O Último Ato” (2014), “Não Olhe Para Trás” (2015) e “Beyond Deceit” (2016).


CIRCULA NA INTERNET


IMAGEM DO DIA

Uma deslumbrante imagem em Sidney na Austrália.

PIADA DO BLOG

PAPO DE ADVOGADOS
Dois advogados, pai e filho, conversam:
- Papai! Estou desesperado. Não sei o que fazer. Perdi aquela causa!
- Meu filho, não se preocupe. Advogado não perde causa. Quem perde é o cliente!

TEXTO DO BLOG

ENTRE A INSEGURANÇA E A ESPERANÇA
por Rinaldo Barros*

A conversa de hoje segue no rumo inspirador do pensamento do mestre Zigmunt Bauman, o qual homenageei em texto anterior como sendo “O Homem que decifrou nosso tempo”.
Pois muito bem, Mestre. Você acertou na mosca destacando a presente crise, que afeta todos os aspectos da nossa condição de vida neste planeta.
Todavia, ensinou o pensador britânico Thomas Paine (1737 a 1809), em seu famoso livro “Senso Comum” que “quando sofremos, ou somos expostos por um governo às mesmas misérias que poderíamos esperar de um país sem governo, nossa calamidade é ampliada pela reflexão de que nós mesmos suprimos os meios pelos quais sofremos”.
O caro leitor há de convir que, sendo a segurança, em nosso atual contexto, o principal propósito e objetivo de um governo, decorre que qualquer forma de governo que nos pareça mais capaz de garanti-la, com um mínimo de aventura e o máximo de benefício socioeconômico, é preferível a todas as demais.
Debrucemo-nos sobre a nossa dura realidade:
No Brasil, mais de 50 mil pessoas são assassinadas por ano – isso já acontece há vários anos.
Quase todas as vítimas da violência urbana são jovens negros, pobres, moradores de favelas e de periferias urbanas de cidades brasileiras. Os meninos pobres são vistos como se fossem criminosos.
E é preciso dizer que nunca foram suficientes os investimentos realizados em Segurança no Brasil.
Ainda por cima, foram investimentos aplicados basicamente em viaturas, armas e equipamentos; esquecendo o capital humano, principal esteio de qualquer instituição.
Vivenciamos, há décadas, a ideologia da “viaturização” das polícias.
Além disso, as forças de Segurança, principalmente as polícias, ainda não passaram por um processo profundo de democratização, de modernização. Continuam apartadas do povo.
Por outro lado, vivemos uma hiperconectividade, através das redes sociais, que nos passa a impressão (falsa) de ativismo e participação política, mas que é apenas “curtição” e desencargo de consciência.
Sabemos que a criminalidade tem ligações com o nosso problema social, cuja causa principal é a ausência do Estado em quase todos os aspectos da vida dos segmentos mais pobres da população.
É quase inexplicável o descaso que faz com que os governos invistam tão pouco em Segurança e na educação pública, agricultura; energias renováveis; inclusão sócio produtiva; meio ambiente; segurança alimentar e nutricional, na vida do nosso povo. O Estado brasileiro ainda é ausente para a maioria da população.
A sociedade civil organizada não consegue mais aceitar essa situação, herdada de erros históricos cometidos pelo Estado em negar os Direitos Constitucionais de cada cidadão de bem.
Hoje, em pleno regime democrático, no Brasil, ainda se prepara a polícia como se fôssemos para uma guerra, para o combate ao crime.
Esquecem-se os interesses do povo – que só quer viver, trabalhar, estudar e ser feliz.
Ao policial foi confiado, pela sociedade e pelo Estado, o papel da Segurança pública; como se a sociedade não fosse corresponsável. Ou seja, historicamente, a Segurança pública, tem-se resumido ao combate à criminalidade. Uma desinteligência sistêmica, porquanto violência gera violência.
Resultado: já vivemos em plena guerra civil sem quartel; com o crime se modernizando mais rapidamente do que o Estado.
Os chefes do crime organizado não estão nas favelas. Estão nos jatinhos voando para Miami, são poliglotas bem informados e muito articulados.
A polícia deve continuar com viaturas, armas e equipamentos de comunicação modernos. Todavia, tendo como premissa que prevenir é melhor e mais barato. Com a polícia perto do povo, com o policial inteligente, investigando, pesquisando, conquistando a confiança das pessoas comuns, em convivência cotidiana; quase como se fossem líderes populares, representando a presença do Estado, um canal aberto para os bens da cidadania. Em resumo, deve-se usar a inteligência “lato sensu”.
Como, no patropi, a própria Democracia está sob ataque – e esta é a grande questão em jogo – devemos indagar se ela é ainda capaz de pensar sobre si mesma, de se repensar e recuperar o poder de governar de fato.
Assustadoramente, estamos no meio de um tecido movediço, entre a Insegurança e a Esperança.

(*) Rinaldo Barros é professor – rinaldo.barros@gmail.com

INDICADORES DO BLOG

BOVESPA
O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, fechou nesta segunda-feira em forte baixa de 2,62%, aos 64.301,73 pontos.  

COMMODITIES
UNIDADE
COMPRA
VENDA
VARIAÇÃO
Petróleo (Brent)
Barril
US$ 54,810
US$ 54,830
-0,05%
Ouro
Onça troy
US$ 1195,310
US$ 1196,080
0,0%
Prata
Onça troy
US$ 17,100
US$ 17,150
+0,07%
Platina
Onça troy
US$ 989,000
US$ 990,400
-0,29%
Paládio
Onça troy
US$ 741,100
US$ 742,900
-0,18%

CÂMBIO
COMPRA
VENDA
VARIAÇÃO
Dólar com.
3,1261
3,1276
-0,77%
Dólar tur.
2,9700
3,2800
-1,5%
Euro
3,3427
3,3462
-0,42%
Libra
3,9009
3,9053
-0,97%
Pesos arg.
0,1958
0,1965
-0,61%

INDICADORES
VALOR
ATUALIZAÇÃO
Salário Mínimo
R$ 937,00
2017
Global 40
+112,32%
30.Jan.2017
TR
+0,13%
30.Jan.2017
CDI
+12,88%
30.Jan.2017
Global 40
+112,32%
30.Jan.2017
IPCA
+0,3%
dez.16

INFLAÇÃO
ÍNDICE
MÊS
VALOR
IPCA
Dez.16
+0,3%
IPC-Fipe
Dez.16
+0,72%
IGP-M
Dez.16
+0,54%
INPC
Dez.16
+0,14%



segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

CITAÇÃO DO DIA

“Política é quase tão excitante quanto a guerra, e quase tão perigosa. Na guerra, você é morto uma vez,  mas em política várias vezes.”  (SIR WINSTON CHURCHILL)

CHARGE DO DIA


RAPIDINHAS DO BLOG...

A PARTIR DO DIA 3 DE ABRIL, CARTÃO DE CRÉDITO SÓ PODE COBRAR ROTATIVO POR 30 DIAS
Para baixar os juros do cartão de crédito, o governo determinou aos bancos que até o dia 3 de abril limitem o uso do rotativo - linha usada pelo cliente que não paga o valor integral da fatura - por 30 dias. Pelas novas regras, os clientes poderão ficar no rotativo, que tem as maiores taxas do mercado, somente até a data da liquidação da próxima fatura. Se a dívida não for paga, ela terá de ser transferida para outra modalidade de crédito, como o parcelado no cartão, que possui custo menor.  A mudança já havia sido anunciada no fim do ano passado pelo presidente Michel Temer e pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, como uma das medidas da agenda positiva do governo, para impulsionar a economia. Nesta quinta-feira, 26, com a resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN), foi dado o prazo até 3 de abril para os bancos colocá-la em prática. A negociação sobre para qual linha a dívida do rotativo será transferida ficará a cargo dos bancos. A instituição pode automaticamente passar essa dívida para um crédito parcelado ou se apresentará ao cliente uma nova modalidade, desde que seja mais barata. Atualmente, alguns bancos já oferecem aos clientes a possibilidade de migrar a dívida do rotativo para outras linhas com juros menores. Mas isso não é feito de maneira automática e depende de solicitação do cliente. Agora, depois de 30 dias no rotativo, os bancos têm de transferir o saldo que não foi pago para outra modalidade. “É uma operação de crédito e a decisão é facultada aos bancos”, disse o diretor de Regulação do Banco Central, Otavio Damaso, ao comentar a resolução do CMN. Damaso lembrou que, atualmente, o crédito rotativo tem risco mais elevado que outras modalidades. Segundo ele, a metade da carteira do rotativo hoje são classificados com a letra E ou pior que E. A avaliação de risco vai de A a H, sendo que A é a melhor e H, a pior. “Isso gera requerimento de provisão da ordem de 50%. É um custo para as instituições, que se reflete nos juros”, comentou. No parcelado do cartão, de acordo com Damaso, a provisão para calote é menor, de 5%. Esse risco maior nas operações com o rotativo faz com que, de acordo com o BC, as taxas de juros sejam mais elevadas. Dados divulgados pela instituição mostraram que o rotativo do cartão de crédito fechou 2016 com juros de 484,6% ao ano. Esta é a maior taxa da série histórica do Banco Central, iniciada em março de 2011. Na prática, significa que uma dívida de R$ 1 mil, depois de um ano, chega a cerca de R$ 5,8 mil. Em 2014, antes do início da recessão, a taxa do rotativo era de 331,6% ao ano. No parcelado do cartão de crédito, a taxa de juros estava em 153,8% no fim de 2016. A expectativa do BC é de que, com a migração da dívida do rotativo para uma modalidade parcelada, a previsibilidade dos bancos aumente em relação a fluxo de caixa e, no limite, o risco de inadimplência da operação também caia. Isso pode se refletir nas taxas de juros. “Levar o cliente à inadimplência também é ruim para a instituição financeira”, disse Damaso. “É uma medida importante porque traz um componente de mitigação de risco. E isso será refletido (no juro). Nossa expectativa é que haja redução”. Para a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, a fixação do prazo de uso do rotativo para o máximo de 30 dias, aliada à disponibilidade automática de alternativas de financiamento, permitirá maior controle do consumidor e menor comprometimento da renda mensal. “Proporcionará assim, uma potencial redução da inadimplência e estimulará condições de mercado mais propícias para uma convergência da taxa de juros para patamares compatíveis com aqueles praticados no parcelamento da fatura”, destacou a instituição, em nota. O presidente do Banco do Brasil, Paulo Rogério Caffarelli, classificou a mudança no rotativo como uma “contribuição efetiva” do sistema financeiro para ajudar o Brasil a ingressar em um ciclo de crescimento. Para o Itaú Unibanco, a medida do CMN é “benéfica para o setor de cartões e para a economia”. Já o Bradesco afirmou, por meio de nota, que a medida vai estimular a utilização adequada de linhas emergenciais, como o rotativo. “É um avanço que trará eficiência nas relações com os consumidores. ” (COLABOROU ALINE BRONZATI)

CIENTISTAS DESENVOLVEM EMBRIÃO HÍBRIDO DE PORCO E CÉLULAS HUMANAS
Pela primeira vez, cientistas conseguiram desenvolver um embrião que é parte porco, parte humano. O experimento, descrito na quinta-feira, 26, na Revista Cell, consistiu na injeção de células-tronco humanas em um embrião de um porco, implantando-o, em seguida, no útero do animal e permitindo que houvesse o desenvolvimento. Depois de quatro semanas, as células-tronco começaram a se transformar em vários tipos de tecidos, como coração, fígado e neurônios, e uma pequena porção do porco em desenvolvimento era composto por células humanas, relataram a agência Associated Press e o jornal The Washington Post. Foi a primeira demonstração de que um transplante interespécie é possível. Pesquisadores esperam que um dia se possa desenvolver tecidos completos usando a técnica, tornando órgãos desenvolvidos em animais disponíveis para humanos doentes. “Qualquer desenvolvimento de órgãos ainda está bem longe de acontecer”, ponderou Juan Carlos Izpisua Belmonte do Instituto Salk, em La Jolla, no Estado da Califórnia, um dos autores do artigo na Cell. “A pesquisa é um passo muito incipiente em direção ao objetivo”, acrescentou. O estudo mostrado na Revista Cell foi o resultado de quatro anos de trabalho envolvendo 1,5 mil embriões de porcos. Os embriões não eram geneticamente modificados. Porcos são considerados ideais já que os órgãos são quase do mesmo tamanho e atingem o tamanho completo mais rapidamente do que em humanos e outros primatas. “Você vai de uma célula a 100 quilos, um tamanho médio do animal, em nove meses”, disse Pablo Ross, da Universidade da Califórnia. “Penso que é bastante razoável quando se pensa no fato de que a espera média por um transplante de rim é de cerca de três anos”, acrescentou. Izpisua Belmonte disse ainda haver um longo caminho pela frente. A técnica já é alvo de um debate intenso sobre a ética envolvida na introdução de material humano em animais. Desde 2015, o Instituto Nacional de Saúde suspendeu repasses a pesquisas envolvendo a mescla de material humano e animal. O estudo divulgado nesta quinta não contou com financiamento de verbas federais. A mistura já ocorreu anteriormente em experimentos envolvendo ratos. Animais maiores, como porcos, seriam necessários para fazer órgãos de dimensões humanas. A equipe do Instituto Salk está trabalhando no objetivo de desenvolver pâncreas, corações e fígados em porcos. Os animais desenvolveriam os materiais no lugar dos deles próprios e, então, seriam sacrificados para remoção. Injetar células-tronco da pessoa que receberá o transplante, diminuiria o problema da rejeição, disse outro pesquisador do Salk, Jun Wu. Daniel Garry, da Universidade de Minnesota, que não está trabalhando na pesquisa, classificou o estado como “animador passo inicial para o campo de estudo”. Os pesquisadores disseram que planejavam maneiras de focar no desenvolvimento de células humanas para obter tecidos específicos, enquanto se tentava evitar qualquer influência no cérebro, esperma e óvulos dos animais. Isso contemplaria preocupações éticas de que o estudo pudesse acidentalmente levar porcos a ganhar qualidades humanas no cérebro ou desenvolver óvulos e esperma humanos. Não houve nenhum sinal disso no novo estudo. Vardit Ravitsky, pesquisador de Bioética da Escola de Saúde Pública da Universidade de Montreal, disse ao Post que esse e outro estudo publicados nesta semana abrem espaço para mostrar os eventuais benefícios do campo de estudo. “Penso que o ponto desses artigos é algo como provar um princípio, mostrando que os pesquisadores pretendem alcançar com quimeras não humanas talvez seja possível”, disse ao jornal americano. “Quanto mais se consegue mostrar que isso poderá salvar vidas, mais demonstramos que o benefício é real, tangível e provável”, acrescentou. Em um esforço para combater a fila de transplantes no mundo - cerca de 22 pessoas morrem por dia na espera por órgãos - cientistas vem tentando desenvolver órgãos fora do corpo humano. “É aqui que esse tipo de experimento se torna razoável”, disse Izpisua Belmonte. “E se deixarmos que a natureza faça o trabalho para nós? E se simplesmente colocarmos células humanas no embrião e embrião souber o que fazer?”

ATUALIZAÇÃO DO NETFLIX DEIXA BAIXAR VÍDEOS PARA CARTÃO DE MEMÓRIA
Uma boa notícia para quem vive com o celular lotado no armazenamento: a Netflix liberou uma atualização que permite que os vídeos de sua plataforma sejam baixados diretamente para um cartão de memória microSD dentro do telefone. Desde novembro, os usuários do serviço de streaming de vídeo podem fazer download séries e filmes para seus smartphones e assisti-los quando estiverem desconectados. No entanto, até agora os conteúdos só poderiam ser baixados para o disco rígido interno do aparelho, e não para um cartão de memória adicional.  A opção, no entanto, só vale para smartphones e tablets com Android. Para poder utilizar a nova função, é preciso atualizar seu aplicativo pela loja oficial de apps do Android, a PlayStore. 

COLÍRIO DO BLOG

“JULIANA ISEN” UM BENÉFICO COLÍRIO DOSADO EM SEIS GOTAS
A musa das manifestações Juliana Isen, conhecida pelas cenas de nudez durante protestos que pediam o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, é a estrela de capa da Sexy de novembro. A publicação é especial pelo aniversário de 24 anos da revista.






Fonte: Revista Sexy Novembro 2016

EFEITOS COLATERAIS DO COLÍRIO DO BLOG
Aumento da frequência cardíaca e falta de ar e insônia.

PRECAUÇÕES
O uso prolongado pode causar dependência. Se persistirem os sintomas, consulte um médico. 

CAUSOS DO BLOG

IDEIAS: O HOMEM DO QI
 
por Geraldo Duarte*

Final do ano 1963. Expediente do gabinete do prefeito, general Murilo Borges Moreira, para o secretário municipal de Administração, vereador licenciado Ernesto Matos Gurgel do Amaral. Na capa de processo, utilizada à época, registrava-se o assunto: "Admissão de bacharel especializado".
O volumoso conteúdo despertava atenção. Carta, assinada por deputado federal, enaltecia o recomendado a ingressar no quadro de pessoal da municipalidade. Dizia-o altamente qualificado ao exercício de elevados cargos e funções diretivas no serviço público, além de portador de tirocínio e visão reconhecidos em atestados de órgãos nacionais. Ementário biográfico do indicado. Declaração de entidade educacional do Estado de São Paulo, exclusiva em aferir e certificar quociente de inteligência, de acordo com a classificação de Lewis Terman, conferindo-lhe o QI nível 128, inerente aos superdotados. Anexados, mais, papelório contendo proposta do candidato no sentido de "desenvolver a intelecção do funcionalismo do município de Fortaleza".
O despacho do chefe do Executivo solicitava pronunciamento da SAM, visando ao aproveitamento do profissional naquela Secretaria. Ernesto Gurgel chamou o diplomático Geraldo Almeida, diretor-geral, incumbindo-lhe de estudar a matéria e oferecer parecer. Dias depois, com sua característica polidez e fino humor, trouxe o que seria, talvez, a pretendida solução. "Realizada acurada análise das competências do homem do QI e as de nossa Pasta, um de dois cargos poderia vir a atendê-lo".
À indagação de quais, resposta imediata: "O meu ou o de vossa excelência!".

(*) Geraldo Duarte é Advogado e administrador

SUA CIDADE NO PASSADO

MOSSORÓ-RN NO ANO DE 1930 
Rua Dionísio Filgueira – Mossoró – RN – Brasil no ano de 1930

CIRCULA NA INTERNET

EXERCÍCIOS PARA SEDENTÁRIOS...

IMAGEM DO DIA

Uma bela imagem da Praça do Ferreira em Fortaleza - CE - Brasil.

PIADA DO BLOG

A VELHINHA INOCENTE
Uma velhinha entra num SEX SHOP, toda trêmula, e pergunta ao vendedor:
- Voocêêê teeem viiibrrrradddooorrrrreeess?
- Temos sim senhora. De vários modelos…
- Teeeemmmm daaaaquueeeeleeesss immmpooortaaadooosss, de ciiinncoooo  veloooociiiidaaadeeess?
- Temos sim, senhora.
- Ennntããão, meeee mooostrrraa cooomooo é quuueee eu faaaçooo paraaa dessliiiigaaar essstaaa coooissssaa. 

TEXTO DO BLOG

FILMES PORNÔS ENSINAM PREVENÇÃO?
por Jairo Bouer*

Os Estados Unidos vivem uma discussão inusitada no campo da prevenção contra o vírus HIV, o causador da aids. Nas últimas eleições americanas, em novembro, os eleitores da Califórnia foram convidados a fazer outra escolha, ao mesmo tempo que votavam para presidente. Os atores de filmes pornográficos produzidos no estado deveriam ser obrigados a usar preservativo? Los Angeles, a maior cidade da Califórnia, já tem uma lei que exige o uso de camisinha nas produções de sexo explícito. A ideia da votação era estender essa medida a todo o estado, mas a intenção não foi acatada pelos eleitores: 54% rejeitaram a medida. Os defensores afirmam que a medida protegeria os atores do risco de exposição de doenças sexualmente transmissíveis (DST). Algumas pesquisas apontam que até 25% deles enfrentam alguma infecção transmitida pelo sexo. Em tese, a medida também diminuiria a exposição da população a cenas de sexo sem proteção, o que poderia contribuir para o maior uso de camisinha.
A eficácia da proposta era controversa. A maior parte dos atores já faz avaliações periódicas de saúde e testes regulares para detecção de DST (inclusive HIV). Também existe uma droga antiviral profilática, Truvada, que evita o risco de contrair HIV. Ela poderia ser usada pelos atores. Do ponto de vista da saúde da população, é pouco provável que ver os atores usando preservativo influencie o comportamento sexual. Não se pode culpar a indústria pornô pelo baixo índice de uso regular de camisinha registrado atualmente entre os jovens.
Quem trabalha com prevenção sabe que deve se preocupar com muitas outras questões antes de pensar se o ator pornô usa ou não camisinha. Para ficar no campo dos filmes, aposto que, se um dos atores famosos de Hollywood (também na Califórnia) tirasse uma embalagem de camisinha do bolso e simulasse a colocação antes do momento íntimo com a protagonista de algum dos filmes blockbusters, o efeito protetor na população seria bem maior.
Receber educação para a vida amorosa, emocional e sexual na escola seria o melhor caminho para discutir uso de camisinha e proteção. O diálogo com a família em casa sobre sexo e prevenção e uma maior facilidade de acesso aos preservativos (distribuídos gratuitamente, por exemplo, em postos de saúde) também fariam toda a diferença. Muito mais que saber e ver se os atores estão usando ou não camisinha, é preciso fazer a população exercer sua autonomia com cuidado e responsabilidade. Mudar hábitos e costumes tem de começar na educação.

(*) Jairo Bouer é médico formado pela USP, com residência em psiquiatria. Trabalha com comunicação e saúde. jbouer@edglobo.com.br