Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

quarta-feira, 5 de julho de 2017

RAPIDINHAS DO BLOG...

PRODUÇÃO NACIONAL DE PETRÓLEO AVANÇA PELO 3º ANO EM 2016, DIZ ANP
A produção nacional de petróleo cresceu 3,2% em 2016, pelo terceiro ano seguido, atingindo 2,5 milhões de barris por dia, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP) divulgados na segunda-feira (3). Incluindo a produção de LGN (líquido gás natural), a produção foi a 2,6 milhões de barris por dia. O principal motivo da elevação foi a oferta de petróleo do pré-sal, que alcançou a média de 1,0 milhão de barris por dia no ano passado, subindo 33,1%. A produção nacional de gás natural, por sua vez, cresceu 7,9%, alcançando 103,8 milhões de metros cúbicos por dia. 

Segundo a ANP, a produção de gás natural do pré-sal segue aumentando sua participação no total nacional e correspondeu a 38,2% em 2016. Como reflexo da maior produção nacional, em 2016 o Brasil reduziu sua necessidade de importação de petróleo em 44,9%, para média de 178,6 mil barris/dia, enquanto as exportações alcançaram o maior valor da série histórica, 798,2 mil barris/dia, aumento anual de 8,3%.


VENDAS DE DERIVADOS CAEM
No mercado interno, as vendas de derivados pelas distribuidoras registraram declínio de 2,5%. As vendas de óleo diesel apresentaram queda de 5,1%, contrastando com a elevação de 4,6% das vendas de gasolina C. Já a comercialização de etanol hidratado teve redução de 18,1%. Já a produção nacional de derivados foi 6,3% menor que em 2015, com 2,0 milhões de barris por dia. Com isso, o volume de importações de derivados cresceu 10,1%, para 488,1 mil barris pordia. Apesar disso, em função da redução dos preços internacionais, houve um recuo do dispêndio com a importação em 15,2%. Segundo a ANP, o crescimento das importações refletiu uma maior diversificação dos agentes na oferta interna de combustíveis, o que, por sua vez, "tende a contribuir com a ampliação das oportunidades de investimentos em infraestrutura de armazenamento e movimentação de petróleo, derivados e biocombustíveis", diz a agência.
BIOCOMBUSTÍVEIS
No setor de biocombustíveis, a produção total de etanol caiu 4,1% e a produção de biodiesel foi 3,5% inferior ao ano anterior, em decorrência da redução do consumo dos combustíveis. O montante gerado de participações governamentais atingiu R$ 17,7 bilhões em 2016, sendo R$ 11,8 bilhões em royalties e R$ 5,9 bilhões em participação especial. Já o volume de obrigações relativas aos investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação (P,D &I) foi de R$ 862 milhões.
PRODUÇÃO EM MAIO
Em maio de 2017, a produção de petróleo no Brasil totalizou 2,653 milhões de barris por dia. Segundo a ANP, o volume representa um crescimento de 4,5% na comparação com o mês anterior e de 6,7% em relação ao mesmo mês em 2016. Já a produção de gás natural foi de 105 milhões de metros cúbicos por dia, superando em 5% a produção do mesmo mês em 2016 e em 2,1% a de abril. A produção total de petróleo e gás natural no País foi de aproximadamente 3,312 milhões de barris de óleo equivalente por dia.

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM DEIXAR TERRA IGUAL A VÊNUS, ALERTA STEPHEN HAWKING
O renomado físico britânico Stephen Hawking fez duras críticas ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e repetiu alertas a respeito dos perigos das mudanças climáticas. (Assista ao vídeo) "Ao negar a existência do aquecimento global e abandonar o Acordo Climático de Paris, Donald Trump vai causar um dano inevitável ao nosso lindo planeta, ameaçando a natureza, para nós e para nossas crianças", afirmou. "As ações de Trump podem levar a Terra à beira do abismo e transformá-la em Vênus, com uma temperatura de 250ºC e chuva de ácido sulfúrico", disse ele à BBC em Cambridge, após participar de um evento de comemoração ao seu aniversário de 75 anos. Vênus, o segundo planeta do Sistema Solar a partir do Sol, é uma terra de extremos: quente, seco, de atmosfera composta basicamente de dióxido de carbono e superfície coberta por nuvens de ácido sulfúrico. O temor de Hawking é de que nossas circunstâncias na Terra fiquem cada vez mais parecidas a essas condições inóspitas. "Estamos em um ponto crítico no qual o aquecimento global vai se tornar irreversível", alertou o cientista. Segundo Hawking, essa é “uma das maiores ameaças que enfrentamos e que podemos prevenir se agirmos agora". Questionado sobre qual seria seu sonho atualmente, Hawking afirmou: "a cura para a Esclerose Lateral Amiotrófica - ou, pelo menos, uma interrupção em seu avanço". "Quando fui diagnosticado aos 21 anos, me disseram que eu morreria (da doença) em dois ou três anos”, disse. "Agora, 54 anos depois, embora fraco e em uma cadeira de rodas, estou trabalhando e produzindo artigos científicos”. Segundo Hawking, “tem sido um grande desafio, que eu só consegui superar com muita ajuda da minha família, colegas e amigos".

SAMSUNG VAI LANÇAR EDIÇÃO REMANUFATURADA DO GALAXY NOTE 7 NA COREIA DO SUL
A Samsung anunciou que vai lançar uma versão remanufaturada do smartphone Galaxy Note 7 na Coreia do Sul em 7 de julho. O modelo terá baterias diferentes das usadas inicialmente e que foram responsáveis por relatos de aparelhos explodindo em 2016. A fabricante ainda vai decidir se venderá o modelo remanufaturado em outros mercados, mas descartou planos de venda do dispositivo nos Estados Unidos ou Índia. De acordo com a Samsung, serão vendidas 400 mil unidades do novo celular, chamado de Galaxy Note 7 Fan Edition, por 700 mil wons (ou US$ 611). O preço é cerca de 30% menor que o do Note 7 original. A bateria do modelo novo terá menor capacidade, mas foi aprovada em novos testes de segurança implementados pela Samsung após a empresa fazer recall global do smartphone.
O CASO DO NOTE 7
A Samsung, maior fabricante de smartphones do mundo, foi forçada a interrromper as vendas do Note 7 em outubro de 2016, cerca de dois meses após o lançamento do aparelho, por causa de relatos de fogo nas baterias produzidas por dois fornecedores diferentes. O episódio custou ao lucro operacional da Samsung mais de US$ 5 bilhões e atingiu a imagem da companhia. Mas a empresa tem sinalizado uma melhora após a chegada do Galaxy S8. A Samsung planeja fazer o lançamento do Note 8 na segunda metade de agosto, disse uma fonte à Reuters no mês passado. 

Nenhum comentário: