Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

quarta-feira, 14 de junho de 2017

RAPIDINHAS DO BLOG...

QUASE METADE DAS PESSOAS NÃO SABE SE CPF DO PARCEIRO ESTÁ NEGATIVADO
Uma pesquisa da Boa Vista SCPC revelou que, apesar de os brasileiros considerarem importante conhecer a situação financeira de seu companheiro ou companheira, mais da metade não tem interesse em saber se o parceiro tem ou não o CPF negativado. A consulta feita a 1,9 mil pessoas de todo o País mostrou que 56% dos respondentes demonstra interesse em saber sobre a pontuação de crédito do parceiro, o chamado score. No entanto, 44% não têm interesse pela pontuação de seu par, descartando, assim, a chance de saber se há alguma pendência financeira em seu nome. A pesquisa também revelou que, entre os casados ou em união estável, 33% não poupam para alcançar objetivos em comum. Ou seja, esse comportamento é visto em uma em cada três pessoas em um relacionamento sério. Entre os que namoram, apenas 45% dizem poupar com seu parceiro para atingir metas compartilhadas. O score é um cálculo feito por birôs de crédito, como a própria Boa Vista SCPC, para indicar a probabilidade de uma pessoa deixar de honrar compromissos financeiros. Para isso, esse cálculo leva em conta não só a renda do consumidor (quanto mais baixa, maior a chance de calote), mas também o histórico de dívidas não pagas, o chamado cadastro negativo. Essa pontuação, que é usada por bancos para conceder crédito, pode variar entre um birô e outro, mas geralmente o resultado do cálculo é próximo. Cada consumidor tem acesso gratuito ao seu próprio score nesses birôs. Logo, somente o parceiro pode revelar sua própria situação financeira junto a essas empresas. "Para ter um score adequado, que apresente uma boa pontuação, a Boa Vista orienta o consumidor a manter a vida financeira organizada, evitando pagar contas com atraso e, principalmente, ficar com o nome negativado", diz Pablo Nemirovsky, superintendente de Serviços ao Consumidor da Boa Vista SCPC. Nos últimos meses, tanto a Boa Vista SCPC quanto a Serasa, os dois principais birôs do País, disponibilizaram plataformas para a consulta individual e gratuita a essa pontuação. O score da Boa Vista SCPC pode ser consultado em http://consumidorpositivo.com.br/. Já o do Serasa está disponível no link http://www.serasaconsumidor.com.br/score/. Antes a consulta também era gratuita, mas demorava até dois dias úteis para ficar pronta.

DANÇAR AJUDA A CURAR A DEPRESSÃO E ELEVA A AUTOESTIMA; BEM ESTAR EXPLICA OS BENEFÍCIOS
O poder da dança, ela ajuda a curar a depressão e a recuperar a autoestima! E não precisa ter vergonha. No Bem Estar de sexta-feira, 9 de junho, o neurologista Tarso Adoni explica porque dançar diminui o risco de Alzheimer e outras demências. Despacito, você já ouviu falar? Todo mundo está dançando e brincando também.
SAIBA MAIS
Dançar é uma atividade física e traz os mesmos benefícios físicos que as outras: melhora a condição muscular, promove o ganho de condicionamento físico, melhora o equilíbrio e a condição articular. Além disso, a dança tem um efeito terapêutico porque promove a sociabilização e melhora a concentração, não é possível dançar com os pensamentos em outro lugar, o foco é totalmente nos movimentos e os problemas dão um tempo, pelo menos naquele instante. Todo mundo pode dançar e cada aluno tem uma forma diferente de aprendizado. A desculpa de "não sei dançar" ou "não tenho coordenação motora" não vale, qualquer um pode.
BENEFÍCIOS NEUROLÓGICOS
Estudos comprovam que a dança, principalmente a dança de salão, aumenta a longevidade cerebral, ajuda a diminuir o risco de problemas de memória, demência e até doenças neurológicas, como o Alzheimer. O neurologista Dr. Tarso Adoni explica que isso acontece porque a dança precisa de uma série de etapas para acontecer de maneira harmônica: primeiro ocorre uma ativação sensitiva e depois a movimentação. Essa sequência estimula diferentes partes do cérebro. Quanto mais se dança, mais essas áreas são estimuladas. A cada novo passo, novas sinapses são feitas, ou seja, novos caminhos são criados no cérebro. Quanto mais vezes o movimento é repetido, melhor ele vai ficar ao longo do tempo porque o cerebelo vai aperfeiçoando o processo. E sabe aquele convite para dançar juntinho? Pode ser uma boa porque a dança em casal é ainda mais benéfica para o cérebro, além de todas as etapas já ditas, o cérebro precisa entender o ritmo, o tempo e o movimento do parceiro. São mais estímulos para o cérebro!
CHINA USA ATÉ DRONES CONTRA FRAUDES EM 'ENEM LOCAL'
As autoridades chinesas que aplicam um exame nacional para estudantes do ensino médio têm buscado alternativas tecnológicas para evitar fraudes nas provas “Gaokao”. O teste é bastante similar ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) brasileiro, e é prestado por milhares de jovens que buscam vagas em boas universidades do país. Só que a média exigida é tão alta e a concorrência é tamanha que muitos alunos recorrem a alternativas ilícitas. Nos últimos anos, jovens apareceram portanto dispositivos com conexão Wi-Fi disfarçados de borrachas, cintos e relógios. Alguns chegaram a usar pequenos piercings na orelha para se comunicarem com cúmplices que os ajudavam do lado de fora da sala de prova. Toda essa criatividade por parte dos jovens forçou as autoridades a elevarem o nível de segurança. Os centros que aplicam o exame já são equipados com detectores de metal, dispositivos de reconhecimento facial e leitores de impressão digital, bloqueadores de celulares, detectores de conexão wireless e até mesmo drones para ajudar a evitar trapaças. Mesmo antes do exame começar na terça-feira, as autoridades já tinham detido 52 pessoas em todo o país. Os trapaceiros e seus cúmplices podem enfrentar até sete anos de prisão. As universidades da província de Shandong proibiram seus estudantes de faltaram das aulas na terça e quarta-feira para evitar que eles prestem o Exame no lugar de colegas mais novos, informou a Agência Oficial de Notícias Xinhua. A "cola" é mais comum para partes da prova que incluem questões de múltipla escolha, como matemática e inglês. Alguns segmentos, como a redação, no entanto, dificultam o processo de fraudar o exame. Ela é uma parte importante da prova e seu tema varia de província para província. 

Nenhum comentário: