Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

segunda-feira, 29 de maio de 2017

CAUSOS DO BLOG

LATIM RESSUSCITADO
por Geraldo Duarte*

Há dias, caro amigo recebeu oferta de um Curso de Latim, à distância, através da Internet e gratuito. Por brinde, também, a obra De Officiis, de Marcus Tullius Cicero.
No e-mail presenteador, de aparência marmotosa, uma mãozinha indicava link a ser clicado.
Não bastassem os vírus da dengue, zika, chikungunya e febre amarela, ainda nos chegam esses virtuais. No palavrório do Gafanha, quanto mais se reza, mais assombração aparece.
A mensagem fez-me buscar na memória os tempos do Colégio Lourenço Filho. Os ensinamentos do renomado mestre Francisco Edmilson Pinheiro, advogado, jornalista, contador, vereador, deputado estadual e catedrático de colégios fortalezenses, no quase findar da primeira aula da linguagem dos Césares, quando instado por nosso colega Carlos Alberto Leite. 
“Professor, latim não é uma língua morta? Pra que a gente aprender?”.
O sapiente educador tirou os óculos, limpou as lentes com um lenço, recolocou-os, dobrou e guardou o pequeno pano e olhou para o indagador por alguns momentos. Talvez, acredito, contando até 10, pelo menos, para respostar.
“Meu pequeno discípulo! Porque foi falada e escrita durante vinte séculos, sendo a língua-mãe das neolatinas. Português, francês, espanhol, inglês e outras. Utilizada por milhões de pessoas. Ademais, conhecer suas estruturas facilita e aprimora aquelas, incluída, especialmente a nossa. Até o século XVIII, era o maior idioma do mundo antigo e guardador dos clássicos da antiguidade. Não só da literatura, mas da filosofia, da teologia e das artes em geral. Portanto, considere o latim ressuscitado, entendeu? Res-sus-ci-ta-do!”. 

(*) Geraldo Duarte é advogado, administrador e dicionarista. 

Nenhum comentário: