Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

sexta-feira, 26 de maio de 2017

ARTE NO BLOG

A ARTE STANTON  MACDONALD  WRIGHT – PARTE 01
1890 –1973 - Pintor americano, Wright, depois de estudar na Art Students' League of Los Angeles, mudou-se para Paris aos 17 anos afim de continuar seu aprendizado. Em Paris tornou-se amigo de Morgan Russell e juntos desenvolveram Sincronismo, uma filosofia estética que utiliza teorias "modernistas" de percepção. Eles aplicaram ritmos musicais, espaço e abstração  para criar camadas luminosas de cor, luz e forma, que identificaram o trabalho de Macdonald Wright ao longo de sua carreira. Com o advento da Guerra, Wright voltou aos Estados Unidos. Em 1919, depois de três anos pintando, escrevendo e exibindo em Nova Iorque, ele voltou para Los Angeles onde reuniu outros membros do Art Student's Leaguepara revitalizá-lo como centro de Arte. Em 1923  Wright organizou uma exibição que foi um marco: "The Group of Independent Artists". Os artistas de Los Angeles junto com amigos de Standon (Thomas Hart Benton, Morgan Russell, etc.), abriram uma janela no modernismo. Dos meados da década de 1920 e ao longo da década de 1930, ele explorou composição subjetiva, combinando elementos de cubismo e de sincronismo. Como diretor do Federal Arts Project of the Works Project  Administration, sua Arte foi muito prestigiada, principalmente nos anos 30. Depois da Segunda Guerra Mundial, com o despertar do interesse em Cubismo, Zen Budismo e Meditação, Wright fez uma peregrinação ao Japão e reafirmou sua preferência sincronista como teoria de cores. Ele vivia entre duas residências: uma no Japão, onde haiku  foram traduzidos em pinturas e impressões em xilogravura de uma ousada poesia visual,  vibrante e rítmica; enquanto  em sua segunda residência, em Malibu, California, seus desenhos em grafite e pinturas de várias camadas em cores brilhantes, capturavam a beleza da terra ou do mar na exploração de espaço e luz. Stanton Macdonald Wright era uma força intelectual, um artista e um historiador de Arte, professor e líder dentro da modernista comunidade de Los Angeles. 



Fonte: Saber Cultural

Nenhum comentário: