Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

CINEMA NO BLOG

A MONTANHA DOS SETE ABUTRES (1951)
Ace in the Hole
FICHA TÉCNICA
Outros Títulos:
O grande carnaval (Portugal)
Le gouffre aux chimères (França, Bélgica)
El gran carnaval (Espanha)
Cadenas de roca (Argentina)
L'asso nella manica (Itália)
Reporter des Satans (Austria, Alemanha)
Sensationen för dagen (Suécia)
A nagy karnevál (Hungria)
Туз в рукаве (União Soviética) 
Pais:
Estados Unidos
Gênero:
Drama, Filme Noir
Direção:
Billy Wilder
Roteiro:
Billy Wilder, Walter Newman, Lesser Samuels
Produção:
Billy Wilder
Música Original:
Hugo Friedhofer
Fotografia:
Charles Lang
Edição:
Arthur P. Schmidt
Direção de Arte:
Hal Pereira, A. Earl Hedrick
Figurino:
Edith Head
Maquiagem:
Wally Westmore
Efeitos Sonoros:
Harold Lewis, Gene Garvin

ELENCO
Kirk Douglas
Charles Tatum
Jan Sterling
Lorraine Minosa
Robert Arthur
Herbie Cook
Porter Hall
Jacob Q. Boot
Frank Cady
Sr. Federber
Richard Benedict
Leo Minosa
Ray Teal
Xerife Gus Kretzer
Lewis Martin
McCardle
John Berkes
Papa Minosa
Frances Dominguez
Mama Minosa
Gene Evans
Policial
Frank Jaquet
Sam Smollett
Harry Harvey
Dr. Hilton
Geraldine Hall
Nellie Federber
Richard Gaines
Nagel
Edith Evanson
Srta. Deverich
Ken Christy
Jessop
Francisco Day
Fotógrafo
Lester Dorr
Padre Diego
Charles Griffin
Sr. Wendel
Frank Keith
Bombeiro
Bert Moorhouse
Josh Morgan
Bert Stevens
Repórter

PRÊMIOS
Festival Internacional de Veneza, Itália:
Prêmio Internacional (Billy Wilder)
Prêmio Internacional de Melhor Trilha Sonora (Hugo Friedhofer)
INDICAÇÕES
Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA:
Oscar de Melhor História e Roteiro (Billy Wilder, Lesser Samuels, Walter Newman)
Festival Internacional de Veneza, Itália:
Prêmio Leão de Ouro (Billy Wilder)

VIDEOCLIPES

SINOPSE
Charles Tatum é um repórter que, após ser despedido de diversos empregos em grandes jornais do Leste, chega sem dinheiro à pequena cidade de Albuquerque, no Novo México. Ao passar defronte ao “Sun Bulletin”, ele decide entrar e pedir uma oportunidade ao Sr. Jacob Q. Boot, dono e editor-chefe desse pequeno jornal da cidade. Ao Sr. Boot, ele diz ser um repórter de US$250 semanais, mas termina concordando com apenas US$50 por semana oferecidos pelo editor. Manter-se nesse jornal não é sua meta, que espera ansiosamente por um furo de reportagem que o recoloque na grande imprensa. Inescrupuloso e capaz de manipular, distorcer ou inventar fatos, ele está disposto a tudo para conseguir a grande matéria que o levará de volta à sua antiga posição.  Sentindo-se um tanto entediado e sem motivação, Tatum é enviado para cobrir uma caça às cascavéis em uma cidade vizinha, juntamente com o repórter fotográfico Herbie Cook. No meio do caminho, eles param para abastecer o carro, quando Tatum toma conhecimento que Leo Minosa, um jovem proprietário, acha-se preso em uma caverna onde fora procurar relíquias indígenas. Quando lhe é dito que a caverna acha-se localizada na sagrada Montanha dos Sete Abutres, o repórter sente que essa pode ser a grande chance que esperava, mas para isso precisa ter o controle da situação. Ignorando as ordens do xerife, ele e Herbie vão até a caverna onde descobrem Leo preso numa estreita e instável fenda. Tatum acalma o apavorado Leo, tira uma foto dele e, ao retornar, telefona para Boot e lhe fala sobre o grande furo jornalístico. Assim, ele transforma o resgate de Leo em um assunto nacional, atraindo milhares de curiosos, cinegrafistas de noticiários e comentaristas de rádio, além de forçar Lorraine, a mulher de Leo, a se fazer passar por uma esposa arrasada. Na verdade ela ia abandonar o marido nesse trágico momento, mas Tatum a faz ver que ela pode ganhar um bom dinheiro na sua lanchonete quando as pessoas começarem a chegar para ver o que está ocorrendo. No dia seguinte, quando o primeiro artigo é publicado no “Sun Bulletin”, o ponto comercial de Lorraine é invadido por um grande número de visitantes. Por outro lado, ao saber das condições de saúde de Leo, através do Dr. Hilton, Tatum propõe ao xerife Gus Kretzer que estenda a operação de resgate por uma semana, alegando que, agindo assim, os dois vão ganhar muito em publicidade. Quando outros repórteres reclamam da posição privilegiada de Tatum, o xerife anuncia que não permitirá ninguém mais na caverna por razões de segurança. Lá, Leo diz a Tatum que espera que esse seu acidente ajude de alguma forma a salvar seu casamento. Ao retornar da caverna, Tatum esbarra em Boot, que descobrira sua esperteza e o condena pelo tipo não ético de fazer jornalismo. Nagel, um editor de Nova York, telefona para Tatum e concorda em lhe pagar US$1000 por dia pela cobertura da história. Irrequieta, Lorraine pede a Tatum que a leve consigo para Nova York, e ele lhe responde com um beijo. Dr. Hilton informa a Tatum que Leo desenvolveu uma pneumonia e que precisa ser resgatado o mais rapidamente possível. Já Leo, pede ao jornalista que lhe traga um padre. Na manhã seguinte, Leo, com dificuldades para respirar, pede a Tatum que entregue à Lorraine um presente que ele comprou para ela. Desesperado e furioso, o jornalista a encontra e a força a vestir o presente do marido, uma barata estola de peles. Ela reage, ele tenta estrangulá-la com a estola e ela o apunhá-la com sua tesoura. Embora sangrando, Tatum leva o padre até a caverna. Leo morre enquanto o padre faz suas orações. Sentindo muitas dores e cheio de culpa, Tatum telefona para Nagel, a quem declara ter sido ele o responsável pela morte de Leo. De volta aos escritórios do “Sun Bulletin”, ele diz a Boot que o editor não vai poder mais contar com ele para nada, caindo, logo em seguida, morto.

COMENTÁRIOS
“A Montanha dos Sete Abutres” é mais um brilhante filme do grande mestre Billy Wilder, responsável por inúmeras pérolas do cinema, dentre as quais cito, como exemplos, “Farrapo Humano” (1945), “Crepúsculo dos Deuses” (1950) e “Pacto de Sangue” (1944). Tendo recebido, ao longo de sua carreira, 20 indicações ao Oscar e sido agraciado com 6 estatuetas como diretor e/ou roteirista, neste filme ele assina a produção, a direção, além de co-assinar o roteiro. Com um roteiro ambicioso, Wilder procura focar a manipulação de notícias por pessoas que só desejam explorar o sensacionalismo a custas do sofrimento humano. A trilha sonora de Hugo Friedhofer encaixa-se perfeitamente com as ações, assim como ocorre com a fotografia de Charles Lang, que se acha em completa harmonia com a atmosfera decorrente do roteiro. A trama procura chamar atenção para o poderoso xerife corrupto, para a imprensa interessada apenas em vender notícias, para a vítima usada para outros interesses que não o seu resgate e para o povo completamente manipulado e com memória curta. No elenco, Kirk Douglas nos brinda com uma brilhante atuação no papel do repórter sem escrúpulos. Jan Sterling, no papel de uma mulher obstinada e sexy, apresenta-nos um ótimo trabalho, assim como, os coadjuvantes Richard Benedict e Robert Arthur. Enfim, “A Montanha dos Sete Abutres” é um filme imperdível.

por Carlos Augusto de Araújo

Nenhum comentário: