Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

CINEMA NO BLOG

MALÍCIA (1993)
Malice
FICHA TÉCNICA
Outros Títulos:
Má fé (Portugal)
Daños corporales (Argentina)
Malice - Eine Intrige (Alemanha, Austria)
Skenet bedrar (Suécia)
Skinnet bedrager (Dinamarca)
Petos mielessä (Finlândia)
Pelnia zla (Polônia)
Готова на всё (Rússia) 
Pais:
Canadá, Estados Unidos
Gênero:
Crime, Mistério, Suspense
Direção:
Harold Becker
Roteiro:
Aaron Sorkin, Scott Frank
Produção:
Harold Becker, Charles Mulvehill, Rachel Pfeffer
Design Produção:
Philip Harrison
Música Original:
Jerry Goldsmith
Direção Musical:
Jerry Goldsmith
Fotografia:
Gordon Willis
Edição:
David Bretherton
Direção de Arte:
Dianne Wager
Figurino:
Michael Kaplan
Guarda-Roupa:
Mari Grimaud, Darryl Levine, Myron Baker e outros
Maquiagem:
David Forrest, Bob Mills, Todd Tucker, Roland Blancaflor
Efeitos Sonoros:
David Stone, David Behle, Ed Callahan e outros
Efeitos Especiais:
Cliff Wenger, John Downey, Eric Roberts
Efeitos Visuais:
Craig Barron, Michael Pangrazio, Krystyna Demkowicz e outros

ELENCO
Bill Pullman
Andy Safian
Nicole Kidman
Tracy Kennsinger
Alec Baldwin
Dr. Jed Hill / Dr. David Lilianfield
Bebe Neuwirth
Detetive Dana Harris
Peter Gallagher
Advogado Dennis Riley
Gwyneth Paltrow
Paula Bell
Anne Bancroft
Sra. Kennsinger
George C. Scott
Dr. Martin Kessler
Josef Sommer
Advogado Lester Adams
Tobin Bell
Earl Leemus
William Duff-Griffin
Dr. George Sullivan
David Bowe
Dr. Matthew Robertson
Debrah Farentino
Tanya
Diana Bellamy
Srta. Worthington
Michael Hatt
Garoto da vizinha
Richard Rho
Anestesista
Christine Wheeler
Enfermeira
Sharon Albright
Enfermeira
Brenda Strong
Claudia, secretária do Dr. Riley
Ann Cusack
Garçonete
Rana Morrison
Garçonete
David Candreva
Motorista de táxi

PRÊMIOS
Festival Cognac do Cinema Policial, Cognac, França:
Prêmio do Público (Harold Becker)
Prêmio de Melhor Direção (Harold Becker)

VIDEOCLIPES

SINOPSE
Numa pequena cidade próxima à Boston, Andy Safian, o dedicado psicólogo de uma escola, é casado com a bela Tracy Kennsinger, que sonha ter um filho mas não engravida.  Paralelamente, um 'serial killer' começa a matar moças que procuraram o apoio profissional de Andy. Quando o Dr. Jed Hill, um brilhante cirurgião volta à cidade, vai morar no andar de cima da casa de Andy e Tracy, pois o casal precisa de dinheiro para realizar algumas reformas e pelo fato do médico ser amigo do psicólogo desde o tempo do curso secundário. Tracy demonstra uma certa antipatia pelo novo inquilino, pois o considera mulherengo e egocêntrico. Quando uma outra jovem, Paula Bell, é morta, Andy é quem acha seu corpo.  Assim, a detetive Dana Harris, que cuida do caso, exige que ele forneça uma amostra de seu esperma, de modo a tirá-lo da lista dos suspeitos. Enquanto Andy está ajudando Dana com a investigação do assassinato, Jed está bebendo em um bar e Tracy começa a sentir fortes dores abdominais, sendo levada rapidamente para a emergência do hospital.  Jed vai diretamente do bar para a sala de cirurgia onde acaba tirando os ovários de Tracy.  A Andy, ele informa que Tracy encontrava-se grávida mas que abortou durante a cirurgia.  Mais tarde, o exame patológico prova que um dos ovários retirados achava-se saudável.  Tracy abandona Andy por ter permitido a retirada dos ovários e contrata o advogado Dennis Riley para conseguir do hospital uma indenização de US$ 20 milhões. A Det. Dana Harris, que se tornou amiga de Andy, fornece-lhe uma cópia do exame de seu esperma, que conclui ser ele estéril, o que prova que Tracy não se achava grávida dele.  Ao contatar Dr. Riley, a fim de conseguir o novo endereço da ex-mulher, este lhe responde que não lhe pode fornecer por se tratar de segredo de profissão, mas sugere-lhe que ele converse com a mãe dela.  Surpreso, já que ela lhe dissera que a mãe morrera há doze anos, depois de conseguir seu endereço, Andy a procura. A Sra. Kennsinger é uma alcoólatra que vive sozinha.  Levando-lhe uma garrafa de um bom whisky, a conselho do Dr. Riley, ele é recebido por ela.  Na conversa, Andy descobre que, no passado, Tracy dera um golpe num milionário, do qual embolsara uma enorme quantia para fazer um aborto, mas que não o fez.  Em seguida, passou a trabalhar numa Clínica com o Dr. David Lilianfield, de onde desapareceu com US$ 80 mil. Andy descobre o endereço do tal Dr. Lilianfield e vai até lá, uma casa afastada à beira-mar, onde encontra Tracy nos braços do Dr. Jed Hill, concluindo que Lilianfield e Hill são a mesma pessoa.  Ao voltar pra casa, descobre que sua ex-mulher vinha tomando doses maciças de Pergonal, fato testemunhado por um garoto da casa vizinha, através da janela de seu quarto.  Pergonal é um indutor de ovulação mas, se tomado em doses maciças, provoca cistos ovarianos. Andy volta à casa da praia, onde consegue deixar uma seringa hipodérmica na cama de Tracy, como forma de fazer com que ela o procure.  Quando ela e Jed retornam à casa e encontram a seringa, este lhe diz que Andy, a esta altura, já está sabendo tudo sobre o golpe por eles dado na Companhia de Seguros, ao entrarem com um processo contra o hospital. No dia seguinte, Tracy procura o ex-marido a quem diz que uma seringa hipodérmica não prova nada.  Ele retruca, afirmando que guardou o resto do Pergonal, que tem o garoto que testemunhou as constantes idas de Jed ao quarto para fazer as aplicações, que está se dando muito bem com a mãe dela e que, se algo lhe acontecer, já foi providenciado um testamento a ser aberto pela polícia. Depois que ele lhe diz, para provocar, que vai querer metade da indenização por ela recebida, ela procura Jed, ocasião em que o médico lhe aconselha a dar um cheque de US$ 10 milhões a Andy e, em seguida, fugir com ele para o exterior.  Ela diz que a solução é matar o garoto, os dois discutem e Jed termina morto. A seguir, ela vai à casa do garoto para matá-lo, mas termina apanhada pela detetive que, juntamente com Andy, já a aguardavam.

COMENTÁRIOS
Baseado numa história escrita por Aaron Sorkin e Jonas McCord e adaptada para o cinema por Sorkin e Scott Frank, "Malícia" é um bom filme de suspense.  Realizado pelo cineasta Harold Becker, que também participou da produção, o filme apresenta alguns bons momentos e uma série de reviravoltas. Entre os bons momentos, por exemplo, encontram-se as seqüências rodadas na casa da mãe de Tracy, onde Anne Bancroft, no papel de sua mãe, dá um show de interpretação ou, ainda, aquelas em que o personagem vivido por Alec Baldwin se compara a Deus. O roteiro apresenta alguns furos, os quais não chegam a prejudicar o entendimento da trama.  O elenco é um dos pontos fortes do filme.  Os três principais atores, Alec Baldwin, Bill Pullman e Nicole Kidman estão muito bem em seus respectivos papéis.  Entre os coadjuvantes, merecem ser destacados Peter Gallagher e, principalmente, os magníficos veteranos Anne Bancroft e George C. Scott, estes em papéis menores.

por Carlos Augusto de Araújo 

Nenhum comentário: