Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

RAPIDINHAS DO BLOG...

JANOT ALERTA PARA 'LIMITES ÉTICOS' APÓS CITAR TENTATIVA DE ANISTIA A CRIMES
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, expressou preocupação na segunda-feira (21) com recentes "movimentos" no Congresso para anistiar crimes passados dentro das propostas feitas pelo Ministério Público Federal para combater a corrupção. Em discurso durante o Simpósio Internacional Sistema Penal Acusatório - Realidades e Perspectivas, na sede do órgão, em Brasília, afirmou que "há limites éticos para as mudanças legislativas". Nesta semana deverá ser votado numa comissão especial da Câmara projeto de lei enviado pelo MPF ao Congresso com propostas de mudança na legislação que endurecem regras do processo penal. O texto, conhecido como “Dez medidas contra a corrupção”, chegou ao Legislativo com mais de 2,5 milhões de assinaturas de apoio. Nas últimas semanas, houve tentativas de se incluir no texto uma espécie de anistia para o caixa 2, nome que se dá às doações não declaradas para campanhas eleitorais. O temor do MPF é que a medida também livre políticos de punições para crimes ligados à prática, como corrupção e lavagem de dinheiro. As investigações da Operação Lava Jato têm mostrado que dinheiro de propina tem sido doado, de forma declarada ou não, para campanhas como forma de dissimular a origem ilícita. "Basta de corrupção e de impunidade! Certamente nem a anistia de crimes, nem a criação de instrumentos que poderão servir para a perseguição de membros do Ministério Público ou do Poder Judiciário serão vistos pela sociedade como resposta adequada para o drama que vive atualmente o país", afirmou. "O ano de 2013 deixou – ou pelo menos deveria ter deixado – bem aceso, na memória da política nacional, que há limites éticos para as mudanças legislativas", completou depois, numa referência às manifestações que tomaram conta do país três anos atrás. Janot discursou nesta segunda na abertura do simpósio sobre o sistema penal. Na fala, o procurador também fez referência a proposta defendida pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que atualiza a lei que pune o abuso de autoridades. “Rogo que o parlamento brasileiro, no conduzir do processo legislativo, esteja atento à atual conjuntura, tenha a sensibilidade de compreender a vontade popular e encontre a força necessária para não se afastar dela”, disse Janot.

NASA VAI QUEIMAR 9 TIPOS DE MATERIAIS PARA PESQUISAR AÇÃO DO FOGO NO ESPAÇO
Como o fogo age no espaço? Os pesquisadores descobrirão em breve, quando incendiarem nove diferentes materiais a bordo de uma nave espacial não tripulada. De acordo com a Nasa, a espaçonave deverá fazer uma reentrada flamejante na atmosfera da Terra. A nave de carga Cygnus, operada pela empresa americana Orbital ATK, deixou a Estação Espacial Internacional (ISS) na segunda-feira (21), às 8h22 (11h22 de Brasília), carregada com 1,5 tonelada de lixo, segundo a agência espacial americana. Toda a nave e seu conteúdo serão queimados ao reentrar na atmosfera terrestre, às 18h30 (21h30 de Brasília) de domingo (27). Mas até lá, a nave espacial se transformará em um laboratório com o objetivo de melhorar a segurança dos astronautas que vivem no espaço, ajudando os especialistas a entenderem melhor como o fogo se comporta na microgravidade. "Um incêndio de uma nave espacial é uma das maiores preocupações em relação à segurança da tripulação para a Nasa e a comunidade internacional de exploração espacial", disse o gerente de projetos Gary Ruff, parte da equipe que trabalha no experimento conhecido como Spacecraft Fire Experiment, ou Saffire. As nove amostras de materiais que serão inflamados incluem "tecidos retardadores de chamas usados em roupas de astronautas, amostras de janelas de acrílico com bordas e estruturas variadas usadas para recipientes de armazenamento e compostos de silicone", disse a Nasa.

iPHONE TEM FALHA QUE PERMITE BURLAR SENHA DE BLOQUEIO DO APARELHO
Uma brecha no iOS permite burlar a senha de bloqueio em iPhones e iPads para acessar parte das informações armazenadas no aparelho, incluindo contatos, fotos e mensagens. O problema está em um recurso de acessibilidade da assistente Siri que dá acesso à lista de contatos do aparelho. O problema foi inicialmente revelado pelo canal do YouTube iDeviceHelp (assista), onde um vídeo mostra em detalhes como o aparelho pode ser desbloqueado. O canal "EverythingApplePro", que tem 2,7 milhões de inscrito, também fez um vídeo sobre o problema (assista). O canal tem um total de 28 vídeos mostrando métodos para burlar o bloqueio do iPhone, mas todos, exceto este último, já foram corrigidos pela Apple. O "truque" exige que o aparelho bloqueado receba uma chamada telefônica ou do FaceTime. A partir disso, deve ser acessada a tela para enviar uma mensagem ao contato que fez a chamada. É nesse momento que a Siri deve ser acionada para ativar o recurso de leitura de tela, que por sua vez permite acessar o campo do destinatário da mensagem. Esse campo devia estar bloqueado. Com acesso ao campo de destinatário, tem-se também acesso aos contatos do aparelho, de onde também há opções para associar uma foto aos contatos - dando acesso à galeria de fotos - e às mensagens de cada contato. O problema afeta todas as versões do iOS pelo menos desde a 9.3.5, usada no descontinuado iPhone 4S. Especula-se que a Apple talvez lance uma atualização até para o iPhone 4S para eliminar esse problema, mas ainda não há confirmação. Por enquanto, a solução é desativar a Siri na tela de bloqueio. Em "Configurações", acesse "Touch ID e Código" ou "Bloqueio por código" e desative a Siri no "Permitir acesso quando bloqueado". Mesmo com a falha corrigida no futuro, parece ser uma boa ideia manter essa medida como prevenção, já que é ao menos a terceira vez que o iPhone é desbloqueado com a "ajuda" da Siri.

Nenhum comentário: