Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

terça-feira, 25 de outubro de 2016

TEXTO DO BLOG

A GUERRA DA ÁGUA
por Geraldo Duarte*

Título de obra de Harald Welzer, cientista alemão, diretor do Instituto de Ciências Culturais de Essen e autor consagrado que foca, tecnicamente, o maior problema da humanidade.
Neste século, assevera que o homem não matará ou morrerá devido somente à economia, à religião e os confrontos raciais, mas sobremodo pelas mudanças do clima.
A problemática, acima dos progressos científicos e tecnológicos, não impedirá conflitos pela deficiência dos recursos naturais. Assim, guerras contra as próprias populações, ondas contínuas de refugiados climáticos e fugitivos do terrorismo vagarão, sem rumo definido, pela Terra.
Assevera arreliado: “um bilhão e cem milhões de pessoas não dispõem atualmente de qualquer acesso seguro a um suprimento de água potável em quantidade e qualidade suficientes”.
Emoldurando o tão perturbador cenário, cita os 850 milhões de indivíduos desnutridos no mundo.
Complementando as sombrias e tristes perspectivas, impressiona os ledores com descrições apocalípticas, fundamentadas na realidade, precipuamente as vividas na maioria dos países africanos.
Cuida do aquecimento global e das variações climáticas. Trata do ecocídio e dos mortos de amanhã. Descreve a criação e os objetivos da “Agência Europeia para a Administração do Trabalho de Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-membros da União Europeia”, a FRONTEX, verdadeira barreira isolacionista para migrantes.
Finaliza apontando o quê se pode e o quê não se pode fazer. E, aqui, a quase inexistência solucionadora.
Leigo, aguardo a voz das autoridades hídricas sobre o tratado de Welzer.

(*) Geraldo Duarte é advogado, administrador e dicionarista.

Nenhum comentário: