Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

CAUSOS DO BLOG

CHICO DA SILVA
por Geraldo Duarte*

Buscava novo detalhe, sempre achado, até na mais antiga tela possuída e vivifiquei a história da observada.
Janeiro de 1972. O coronel Luiz Henrique de Oliveira Domingues era o secretário de Segurança Pública do Ceará. Eu, o chefe de gabinete.
A reforma do prédio do 7º Distrito Policial, no Bairro Pirambu, fora concluída naquele mês.
O delegado, saudoso Hélio Góes de Oliveira, em ligação telefônica e manifesto contentamento, informava e convidava para uma singela comemoração, de iniciativa dos servidores e moradores. Em quase exigência, disse contar com nossas presenças.
Hélio, em frente de um birô coberto com uma toalha branca rendada, provavelmente trazida de sua residência, teceu agradecimentos ao secretário e foram servidos salgadinhos e refrigerantes. Ao final, percorremos as remodelações.
Estranhei, ao passarmos defronte a uma das celas. A porta encontrava-se aberta e, deitado, aquele que seria um preso. Indaguei ao Hélio o porquê daquilo e veio-me a explicação.
“Não é um simples preso. É Chico da Silva, pintor. Ele bebe muito e ao ter entrevero com familiares ou vizinhos, antes que se queixem, vem direto para cá e exige ser preso. Deixo-o permanecer. Finda ressaca, vai embora.”.
Ao ouvir a conversa, o gênio do estilo Naïf levantou-se, segurou uma tela que estava enrolada ao seu lado e ofereceu-me. Comprei-a.
A pintura mede 0,70 x 0,50m. No centro, grande e linda borboleta em vôo. Outras cinco, uma libélula e um besouro, acompanhando-a e alegrando nossa sala. Nela, assinatura e individual datiloscópica de Francisco Domingos da Silva, nome do consagrado imortal artista.

(*) Geraldo Duarte é advogado, administrador e dicionarista. 

Nenhum comentário: