Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

TEXTO DO BLOG

AÇÃO E REAÇÃO
por Luiz Soares da América do Sul*

A física é maravilhosa em todos os sentidos. O universo é regido pela física. A vida cotidiana se define com a física. A coragem do ser humano é física pura; portanto, ser omisso é ficar na condição de contraventor da Lei maior da física, tão bem definida por Newton, qual seja: “A toda ação há sempre uma reação oposta e de igual intensidade”.
Em se aplicando a referida Lei no cotidiano brasileiro, há que ser considerado o poder de REAÇÃO a um indivíduo, geralmente um bandido, marginal, arruaceiro, contraventor incorrigível, na maioria das vezes portando uma ARMA, executando uma AÇÃO de roubar.
Se a lei tem na sua essência o poder de doutrinar e orientar, então que se aplique a LEI DE NEWTON para que possamos galhardamente por em prática, desta feita, nos colocando em igualdade de condições, em tempo real com o marginal. Nem a polícia e muito menos a justiça pode ser parte defensória ou servir de precaução durante o delito.
A ação e reação é um momento único e instantâneo, assim como todas as leis da física. No roubo, no assalto, no estupro a mão armada, compete ao agredido estar pronto e executar, sem limites, o seu sagrado direito de se defender em igualdade de condições, ou seja: revolver contra revolver, faca contra faca, bufete contra bufete ou então que seja aplicada não a lei; mas sim, o princípio da COVARDIA.
O estado não pode incentivar o princípio da covardia, pelo contrário, deva reconhecer e estimular. A educação influi tanto para o agressor como para o agredido. A condição social não serve como álibi ou desculpa, quanto ao delito praticado. Além do mais todos sabem que é proibido ROUBAR E MATAR, não somente perante a justiça dos homens, como também na de DEUS.
Para finalizar, cada um que se prepare para estar em condições de fazer cumprir a Lei da Ação e Reação. O estado é peça secundária, pois quem mata continua a sua sanha assassina; enquanto que, quem morre parte para nunca mais voltar. No mais, uma manchete hoje, no Rio de Janeiro: Cônsul da Rússia reage a assalto, toma a arma, mata bandido e é aplaudido!
Nestes termos. Pede deferimento. Publique-se e Cumpra-se. Assinado: A CIDADANIA.

(*) Luis Soares é Engenheiro Agrônomo, produtor de frutas irrigadas, no município de Baraúna, Rio Grande do Norte, e Professor aposentado da Universidade Federal Rural do Semiárido-UFERSA.

Nenhum comentário: