Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

RAPIDINHAS DO BLOG...

TSE CONSIDERA HIPÓTESE DE POUPAR MICHEL TEMER
A equipe técnica do Tribunal Superior Eleitoral julga ter reunido provas suficientes para sustentar que o financiamento da campanha à reeleição de Dilma Rousseff e Michel Temer incluiu verbas desviadas do esquema criminoso da Petrobras. São evidências documentais e testemunhais suficientes para justificar a cassação da chapa que prevaleceu em 2014. Como Dilma já foi deposta, o mandato que está em jogo é o de Temer. E já começam a soar no TSE avaliações sobre a conveniência de poupar o substituto constitucional de Dilma. O blog ouviu dois dos sete ministros que compõem o plenário do TSE. Um deles disse que o tribunal não pode ficar alheio à conjuntura. Acrescentou que, ao julgar o processo, os ministros “talvez tenham que fazer um juízo atenuatório, levando em conta as consequências” de uma interrupção da Presidência de Temer. O outro ministro declarou que “a eventual preservação do mandato do presidente substituto não seria nenhuma aberração jurídica”. Aberta a partir de representações feitas pelo PSDB, a investigação da campanha de Dilma submete o TSE a um quadro inédito. O tribunal jamais chegara tão longe na análise de uma prestação de contas presidencial. A depender da vontade do seu presidente, o ministro Gilmar Mendes, a Corte eleitoral transformará o processo num inventário implacável das ilegalidades cometidas em 2014. Algo a ser amplamente divulgado, como uma resposta à altura da tentativa do PT de converter a Justiça Eleitoral em lavanderia de verbas sujas. Se a chapa Dilma-Temer fosse cassada pelo TSE até o final do ano, o brasileiro teria a oportunidade de escolher um novo presidente da República em eleição direta. É o que determina a Constituição. Entretanto, são grandes as chances de o julgamento ser empurrado para 2017. Nessa hipótese, caberia ao Congresso Nacional, apinhado de parlamentares sob investigação no petrolão, apontar o nome do próximo presidente. A eleição indireta é um dos fatores que levam ministros do TSE a afastar a corda do pescoço de Temer. Confirmando-se as tendências atuais, o TSE terá trabalho para justificar um paradoxo: depois de transformar a auditoria nas contas de Dilma num marco, o tribunal servirá um refresco a Temer, mantendo sua tradição de cassar apenas vereadores, prefeitos e governadores de Estados nordestinos. (FONTE: BLOG DO JOSIAS)

SUPERTELESCÓPIO DESVENDA SEGREDOS DE BOLHA GIGANTE NO ESPAÇO
Um grupo internacional de pesquisadores utilizou telescópios gigantes para identificar os segredos e a natureza de um objeto muito distinto no universo, chamado de bolha Lyman-alpha (LAB). Essas bolhas são enormes nuvens de hidrogênio e para descobrir mais sobre sua composição foram necessários diversos telescópios gigantes, entre eles o Alma (sigla para Atacama Large Millimeter/Submillimeter Array) e o ESO Very Large Telescope, ou VLT. Até então, os astrônomos ainda não sabiam por que essas grandes nuvens de gás eram tão brilhantes, mas os telescópios identificaram duas galáxias no coração de um desses objetos que estão passando por uma formação estelar que provoca a iluminação no entorno. Essas galáxias, em contrapartida, estão no centro de um "cacho" de outras menores, no que parece ser a fase inicial de formação de um grupo massivo de galáxias. De acordo com os pesquisadores, as duas galáxias observadas dentro da bolha de Lyman-alpha devem evoluir para uma grande galáxia elíptica. As bolhas Lyman-Alpha podem cobrir centenas de milhares de anos luz e são encontradas a longas distâncias cósmicas. O nome reflete a característica das ondas ultravioletas que elas emitem, conhecidas como radiação Lyman-alpha. Desde a descoberta dessas bolhas, os processos que levam à criação dessas estruturas têm sido um quebra-cabeças para os astrônomos. Mas novas observações do Alma podem agora ter solucionado o mistério.
AS BOLHAS
Uma das maiores bolhas Lyman-alpha conhecidas - e a mais estudada - é a SSA22, ou LAB-1. Localizada dentro do centro de um grupo de galáxias em fase inicial de formação, foi o primeiro objeto desse tipo a ser descoberto, em 2000, e está tão distante que sua luz demorou 11,5 bilhões de anos para chegar até a Terra. Um grupo de astrônomos, liderado por Jim Geach, do Centro de Pesquisas Astrofísicas da Universidade de Hertfordshire, na Inglaterra, usou agora a tecnologia do Alma para observar a luz das nuvens de pó geladas em galáxias distantes para olhar ainda mais profundamente na LAB-1. Isso permitiu a identificação de diversas fontes de emissão de ondas submilimétricas. Eles então combinaram as imagens provenientes do Alma com observações de outros grandes telescópios como o VLT e o MUSE (sigla para Explorador Espectroscópico MultiUnidade) que conseguem mapear a luz da Lyman-alpha. Isso revelou que as fontes de emissão "pescadas" pelo Alma estão localizadas no centro da bolha, onde estão sendo formadas estrelas numa velocidade 100 vezes maior do que a da Via Láctea. Imagens adicionais mostram ainda que as fontes do Alma estão cercadas de galáxias mais fracas que podem estar bombardeando as fontes centrais com material, e auxiliando na velocidade da formação estelar.
LUZES NA NEBLINA
A equipe então usou uma simulação galáctica sofisticada para demonstrar que a nuvem brilhante gigante emitida pela Lyman-alpha pode ser explicada se a luz ultravioleta produzida pela formação estelar observada pelas fontes do Alma espalha o gás hidrogênio dos arredores. Isso levaria à formação da bolha de Lyman-alpha que conseguimos ver. O pesquisador central do estudo, Jim Geach, faz uma analogia para explicar a descoberta. "Pense nas luzes das ruas numa noite de neblina - você vê aquele brilho difuso porque a luz se espalha de pequenas gotas. Um movimento similar acontece aqui, exceto pelo fato de que a luz das ruas é uma galáxia de intensa formação estelar, e a neblina é uma nuvem gigante de gás intergaláctico. As galáxias estão iluminando seus arredores", explica. Entender a formação das galáxias e sua evolução é um desafio enorme para os astrônomos e as bolhas Lyman-Alpha são importantes porque parecem ser os lugares onde a maioria das galáxias massivas se formam. Em particular, o brilho dessas bolhas pode dar informações sobre o que está acontecendo nas nuvens de gás primordiais que circundam as galáxias jovens - uma região que é muito difícil de estudar, mas crítica para a compreensão sobre a formação das galáxias. "O que é mais empolgante sobre essas bolhas é que estamos tendo uma rara visão do que está acontecendo nos arredores dessas galáxias jovens e em formação. Por muito tempo, a origem das luzes da Lyman-alpha tem sido controversa. Mas, com a combinação de novas observações e simulações de ponta, nós podemos ter resolvido um mistério de 15 anos: a LAB-1 é um local de formação de uma grande galáxia elíptica que um dia será o centro de um grupo de galáxias. Nós estamos vendo um quadro da formação dessa galáxia há 11,5 bilhões de anos", disse o pesquisador.

FALSO CUPOM DE R$ 500 NO MCDONALD'S É ISCA EM GOLPE NO WHATSAPP
O WhatsApp voltou a ser alvo dos cibercriminosos que, agora, tentam atrair as vítimas com a oferta de falsos cupons das lojas da rede McDonald's. O golpe foi descoberto pela empresa de segurança digital PSafe.  O usuário recebe a mensagem de um contato conhecido ou de um de seus grupos no aplicativo, que o convida a participar de uma promoção. Ao clicar no link do falso cupom de R$ 500, a vítima é direcionada para uma página com a imagem do McDonald's, que solicita o compartilhamento do link com ao menos 10 amigos via WhatsApp. Em seguida, o usuário é orientado a fazer o cadastro em sites maliciosos que efetuam cobranças indevidas e baixam apps que podem infectar o smartphone.
MÉTODOS PREVENTIVOS 
Para evitar esse tipo de golpe, Marco DeMello, o CEO da PSafe, reforça o conceito de que um "cérebro biológico" não é capaz de se defender de um "cérebro eletrônico" (ataque cibernético). "Por isso, ter um antivírus instalado no celular é extremamente importante", afirma. Segundo ele, esses programas possuem bloqueio de antiphishing (páginas maliciosas) e alertam para possíveis ameaças a cada URL clicada. DeMello aconselha ainda que o usuário mantenha o sistema operacional sempre atualizado, nunca abra anexos com extensões executáveis (.exe) e desconfie de links que chegam por mensagens.

Nenhum comentário: