Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

CAUSOS DO BLOG

TROTES BANCÁRIOS II
por Geraldo Duarte*

Mais um dos trotes bancários, ocorrido na década de 70, do século passado, conduz-nos a narrativa deste artiguete.
Sejam os créditos, à conta de gratidão, do nosso estimado amigo Marcos Manuel de Almeida, advogado e funcionário do Banco do Nordeste do Brasil.
Poucas semanas contavam-se da contratação e posse daquele recente integrante da agência do BNB, em Cícero Dantas, interior baiano. O jovem era todo entusiasmo e transmitia aos colegas o contentamento pelo ingresso na profissão. Asseverava o desejo incontido de galgar os elevados cargos e funções até a conquista do máximo da carreira.
Sempre e, nos variados lugares, existe um boa-praça e um gozador. Ali, não seria diferente. Só que as duas figuras encarnaram no mesmo amigão.
Naquela tarde, o brincalhão buscou o novato e, furtivamente, entregou-lhe um envelope lacrado, com os sobrescritos “Urgente – Pessoal – Confidencial” e voltou ao seu setor de trabalho.
O destinatário leu e releu por vezes a mensagem, guardando-a no bolso.
Dia seguinte. Sete da manhã. Impecavelmente vestido e com uma maleta, postou-se em frente à agência e aguardou a chegada do gerente.
Tão logo o enxergou, interrompeu-o e falou baixinho: “Recebi seu comunicado confidencial, doutor! Estou pronto para a missão! Cadê o lucro que vou levar a Salvador?”.
Surpreso e espantado, o chefe redarguiu: “Não lhe mandei comunicado nenhum! Muito menos, confidencial! Não há missão! Nem essa história de levar lucro pra cima e pra baixo! E saiba: a agência e o banco, este ano, deram prejuízo! Vá a sua casa, bote o uniforme e volte imediatamente, pois já está atrasado!”.

 (*) Geraldo Duarte é advogado, administrador e dicionarista.

Nenhum comentário: