Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

CINEMA NO BLOG

STRIPTEASE (1996)
Striptease
FICHA TÉCNICA
Outros Títulos:
Strip-Tease (Canadá)
Sztriptíz (Hungria, Sérvia, Eslovênia)
Стриптиз (Rússia) 
Pais:
Estados Unidos
Gênero:
Comédia, Crime, Drama
Direção:
Andrew Bergman
Roteiro:
Andrew Bergman
Produção:
Andrew Bergman, Mike Lobell
Design Produção:
Mel Bourne
Música Original:
Howard Shore
Direção Musical:
Arlene Fishbach
Coreografia:
Marguerite Pomerhn Derricks
Fotografia:
Stephen Goldblatt
Edição:
Anne V. Coates
Direção de Arte:
Elizabeth Lapp
Figurino:
Albert Wolsky
Guarda-Roupa:
Carlane Passman, Nancy Cone, Linda Peirce e outros
Maquiagem:
Joanne Gair, Jene Fielder, Sharon Ilson e outros
Efeitos Sonoros:
Lee Dichter, James Sabat, M. Kirchberger, Michael Barry e outros
Efeitos Especiais:
Bruno Van Zeebroeck

ELENCO
Demi Moore
Erin Grant
Burt Reynolds
Congressista David Dilbeck
Armand Assante
Tenente Al Garcia
Ving Rhames
Shad
Robert Patrick
Darrell Grant
Paul Guilfoyle
Malcolm Moldovsky
Jerry Grayson
Orly
Rumer Willis
Angela Grant
Robert Stanton
Erb Crandal
William Hill
Jerry Killian
Stuart Pankin
Alan Mordecai
Dina Waters
Monique, Jr.
PaSean Wilson
Sabrina Hepburn
Pandora Peaks
Urbanna Sprawl
Barbara Alyn Woods
Lorelei
Kimberly Flynn
Ariel Sharon
Rena Riffel
Tiffany
Siobhan Fallon
Rita Grant
Gary Basaraba
Alberto
Matt Baron
Paul Guber
Gianni Russo
Willy Rojo
José Zúñiga
Chris Rojo
Anthony Jones
Pierre
Eduardo Yáñez
Chico
Antoni Corone
Nico
Teddy Bergman
Andy Garcia
Louis Seeger Crume
Juiz Fingerhut
Deborah Magdalena
Secretária
Maria Genero
Reporter da TV
Carl White
Repórter

PRÊMIOS
Prêmios Razzie, Los Angeles, California, Estados Unidos
Prêmio Razzie de Pior Filme (Mike Lobell )
Prêmio Razzie de Pior Atriz (Demi Moore)
Prêmio Razzie de Pior Casal em Cena (Demi Moore, Burt Reynolds)
Prêmio Razzie de Pior Direção (Andrew Bergman)
Prêmio Razzie de Pior Roteiro (Andrew Bergman )
Prêmio Razzie de Pior Canção Original (Marvin 'Smokey' Montgomery)

INDICAÇÕES
Prêmios Razzie, Los Angeles, California, Estados Unidos
Prêmio Razzie de Pior Ator Coadjuvante (Burt Reynolds)
Prêmio Razzie de Pior Filme da Década

VIDEOCLIPES

SINOPSE
Erin Grant, ex-secretária do FBI, perde a custódia de sua filha, Angela, para seu ex-marido, Darrell, um criminoso. A fim de permitir um recurso, ela se torna uma stripper no Eager Beaver, um clube de strip-tease de Miami.  Quando o congressista David Dilbeck visita o clube, ele fica encantado com sua beleza. Ciente das indulgências embaraçosas de Dilbeck, outro cliente do Eager Beaver se aproxima de Erin com um plano para manipular o congressista e resolver a disputa pela custódia em favor dela. No entanto, Dilbeck tem ligações empresariais poderosas que querem garantir sua permanência no Congresso. Assim, como consequência, aqueles que podem embaraçá-lo em uma eleição, começam a ser assassinados. O interesse pessoal de Dilbeck por Erin persiste e ela termina sendo convidada para se apresentar em particular para ele. Ele pede para ela se tornar sua amante, e mais tarde, sua esposa, apesar das preocupações de sua equipe com medo que Erin saiba demais. Um debate ocorre quanto à possibilidade de matá-la ou simplesmente mantê-la quieta, ameaçando-a de perder sua filha. No entanto, Erin e o Tenente Al Garcia começam a suspeitar da culpa do congressista nos assassinatos. Assim, eles inventam um plano para levar o congressista à justiça. Com bastante cuidado, ela consegue fazer com que ele confesse os crimes, o que é gravado em uma fita. Logo em seguida, ele é preso e, finalmente, ela consegue a custódia total de Angela, enquanto Darrell retorna para a prisão.

COMENTÁRIOS
Escrito e dirigido pelo cineasta nova-iorquino Andrew Bergman, “Striptease” é um filme decepcionante. Sua trama gira em torno de uma mãe que, ao se separar do marido, se mostra disposta a tudo para conseguir a custódia de sua única filha. Partindo de um roteiro bastante fraco, marcado por diálogos nada inteligentes, Bergman decepciona como diretor. No elenco, o único destaque é o belo corpo de Demi Moore, apesar de seus seios siliconados. Enfim, assistir “Striptease” é simplesmente uma perda de tempo.

por Carlos Augusto de Araújo

Nenhum comentário: