Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

CAUSOS DO BLOG

MESSEJANA
por Geraldo Duarte*

Anos sessenta. O Dnocs era responsável por construir serviços de abastecimento d’água em cidades interioranas e distritos de capitais, quando estudo os justificasse.
Messejana pleiteou e recebeu a melhoria. O engenheiro Clóvis de Araújo Janja, destacado projetista e construtor dos prédios dos Correios e Telégrafos, Centro de Saúde de Fortaleza, antiga Coluna da Hora da Praça do Ferreira e edificações outras, foi designado chefe da obra.
Instalação onde funcionou o Cine Messejana, na Praça da Matriz, locada, serviu de escritório e almoxarifado.
Valas, escavadas em todas as ruas, acolheram tubulações de ferro fundido e de cimento amianto, das marcas Barbará e Civilit. Grande poço tipo Amazonas, de expressiva vazão, teve escavação próxima ao sangradouro da lagoa. Reservatório de elevado porte, erigido ao lado do Mercado Público, desafia os tempos.
Somente quem trabalhou ou residiu ali, durante a execução do empreendimento, tem ideia das dificuldades enfrentadas pelos partícipes da empreitada e da alegria da população.
Numa manhã, Dr. Janja ordenava-me - como seu auxiliar - medidas a adotar, ocasião em que o vereador José Barros de Alencar chegou e nos cumprimentou.
O representante municipal comunicou aprovação de homenagem da Câmara, que seria prestada ao técnico e, no momento, contou um fato pitoresco, ocasionado durante visita de comissão que o procurara.
Moradores desejavam mudar para “Engenheiro Janja” a denominação do distrito. Explicada a dificuldade legislativa, dada à tradição, veio nova proposta: “Então, ‘Messejanja’! Só um ‘jotinha’ a mais...” – ponderou um dos integrantes.

 (*) Geraldo Duarte é advogado, administrador e dicionarista.

Nenhum comentário: