Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

CINEMA NO BLOG

UM DIA DE FÚRIA (1993)
Falling down
FICHA TÉCNICA
Outros Títulos:
Um dia de raiva (Portugal)
Chute libre (França)
L'enragé (Canadá)
Un giorno di ordinaria follia (Itália)
Un día de furia (Argentina, Espanha, México)
Ein ganz normaler tag (Alemanha / Áustria)
Összeomlás (Hungria)
С меня хватит! (Rússia) 
Pais:
Estados Unidos, França
Gênero:
Drama, Suspense
Direção:
Joel Schumacher
Roteiro:
Ebbe Roe Smith
Produção:
Arnold Kopelson, Timothy Harris, Herschel Weingrod
Design Produção:
Barbara Ling
Música Original:
James Newton Howard
Fotografia:
Andrzej Bartkowiak
Edição:
Paul Hirsch
Direção de Arte:
Larry Fulton
Figurino:
Marlene Stewart
Guarda-Roupa:
Alan Martin, Silvio Scarano, Fran Allgood, Linda Meltzer
Maquiagem:
Tom Lucas, Stephen Abrums
Efeitos Sonoros:
Charles Campbell, Chuck Neely, Angie Luckey e outros
Efeitos Especiais:
Matt Sweeney, Lucinda Strub, Bob Stoker

ELENCO
Michael Douglas
William 'D-Fens' Foster
Robert Duvall
Detetive Martin Prendergast
Barbara Hershey
Elizabeth 'Beth' Travino
Rachel Ticotin
Detetive Sandra Torres
Tuesday Weld
Amanda Prendergast
Lois Smith
Sra. Foster, mãe de William
Joey Hope Singer
Adele Foster-Travino
Michael Paul Chan
Sr. Lee
Raymond J. Barry
Capt. Yardley
D.W. Moffett
Detetive Lydecker
Steve Park
Detetive Brian
Kimberly Scott
Detetive Jones
James Keane
Detetive Keene
Macon McCalman
Detetive Graham
Richard Montoya
Detetive Sanchez
Karina Arroyave
Angie
Irene Olga López
Mãe de Angie
Brent Hinkley
Rick
Dedee Pfeiffer
Sheila
Jack Betts
Frank
Margaret Medina
Lita, a garçonete
Al Mancini
Jim
Wayne Duvall
Paramédico
Valisha Jean Malin
Filha do Detetive Prendergast
Susie Singer Carter
Suzie, a stripper
PRÊMIOS
Prêmios Edgar Allan Poe
Prêmio de Melhor Filme (Ebbe Roe Smith)

INDICAÇÕES
Festival Internacional de Cannes, França
Prêmio Palma de Ouro (Joel Schumacher)
Prêmios Camerimage, Lodz, Polônia
Prêmio Golden Frog (Andrzej Bartkowiak)

VIDEOCLIPES

SINOPSE
William Foster divorciou-se recentemente, e sua ex-esposa Beth tem uma ordem judicial para mantê-lo longe dela e de sua filha, Adele. Além disso, ele foi recentemente demitido de seu emprego devido à recessão do início dos anos 1990. Certo dia, quando o ar condicionado de seu carro não funciona e ele se acha preso em um engarrafamento, ele abandona o veículo e continua a pé com a intenção de assistir à festa de aniversário de Adele. Ao passar por uma loja de conveniências, ele cria um caso quando o proprietário coreano exige que ele compre algo para poder usar o telefone do estabelecimento. Quando o proprietário o ameaça com um taco de beisebol, Foster o desarma e usa o taco para destruir uma mercadoria, antes de deixar o local com o mesmo. Logo em seguida, ele é abordado por dois membros de uma gangue de rua, que o ameaçam com uma faca e tentam roubar uma pasta de documentos que ele carrega. Fazendo uso do taco, ele os ataca e vai embora levando a faca dos assaltantes. A gangue não desiste e passa a procurá-lo pelas ruas, encontrando-o em uma cabine telefônica. Eles abrem fogo, atingindo vários transeuntes, mas não a Foster. Este pega uma arma, acerta a perna de um deles, e vai embora com a arma. Ao entrar em um restaurante tipo fast-food, pouco depois do meio-dia, ele se irrita por não quererem atendê-lo segundo os preços do cardápio da manhã, mais barato. Descontrolado, dispara contra o teto, aterrorizando funcionários e clientes. Ele se torna ainda mais irritado quando o hambúrguer que lhe é servido não se assemelha à imagem que se acha no cardápio. Ao sair do restaurante, ele procura uma cabine telefônica para telefonar para Beth. Ao encontrá-la, cria mais um caso sério, por se achar incomodado por alguém que chegara antes dele, e que igualmente deseja utilizar o serviço telefônico. O detetive Martin Prendergast, em seu último dia de trabalho antes de começar a gozar de sua aposentadoria, insiste em investigar os crimes. As entrevistas com testemunhas de cada uma das cenas, o levam a perceber que todos os casos de violência denunciados foram praticados por uma mesma pessoa. Através dos documentos do carro deixado no engarrafamento, ele chega ao nome de Foster e, depois de procurar a mãe dele, conclui que ele deve estar se dirigindo para a casa de sua ex-esposa, em Venice, Los Angeles. Em companhia de sua colega, a detetive Sandra Torres, Prendergast corre para interceptá-lo. Enquanto isso, em sua trajetória em direção à casa de sua ex-mulher, Foster provoca ainda confusão e pânico em um Banco, onde o gerente negou um empréstimo a um negro, por questões raciais, mata um homem por motivos de racismo e homofobia, atravessa um campo de golfe onde provoca um ataque cardíaco em um idoso, e assusta o zelador da casa de um cirurgião plástico por estar ilicitamente usando a piscina de seu empregador. Finalmente, ao chegar à casa de Beth, verifica que ela havia fugido com sua filha Adele. Ele acredita que as duas devem ter ido para o píer de Venice, mas os detetives Prendergast e Sandra Torres chegam para impedi-lo de ir até lá. No entanto, ele atira em Sandra, ferindo-a, e foge com Prendergast a persegui-lo.  No final do píer, ele encontra Beth e Adele. Sua filha fica feliz ao vê-lo, mas sua ex-mulher se mostra assustada. Prendergast chega, toma conhecimento das queixas de Foster em relação à forma como a sociedade vem lhe tratando, mas não aceita isso como uma desculpa para sua fúria. Assim, o detetive insiste para que Foster se entregue. No entanto, a reação deste é a de puxar uma arma para ameaçá-lo. Ao perceber sua intenção, Prendergast é mais rápido e o mata, para só depois descobrir que se tratava apenas de uma arma de brinquedo pertencente à Adele. Todos retornam à casa de Beth, onde o capitão Yardley elogia o desempenho de Prendergast por resolver o caso na frente dos meios de comunicação. O detetive senta-se para confortar Adele, dizendo-lhe que pretende continuar como policial.

COMENTÁRIOS
Realizado pelo cineasta nova-iorquino Joel Schumacher a partir de um roteiro escrito por Ebbe Roe Smith, “Um Dia de Fúria” é um bom filme americano do início dos anos 1990. Sua trama é muito bem conduzida por Schumacher, no que é ajudado pelas ótimas atuações dos principais atores, Michael Douglas e Robert Duvall. Embora se trate de um drama, o filme tem algumas passagens bastante engraçadas como aquelas que se passam num restaurante tipo fast-food, onde Foster pede um hambúrguer. Enfim, “Um Dia de Fúria” é um filme que merece ser visto.

por Carlos Augusto de Araújo

Nenhum comentário: