Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

domingo, 30 de setembro de 2012

DICA DO BORJÃO


A “Dica do Borjão” de hoje, 30 de setembro de 2012, foi sugerida pelo amigo e conterrâneo Togo Ferrario que disponibiliza a bela canção italiana LA MIA STORIA TRA LE DITA (Gianluca Grignani - Massima Luca). Essa canção foi interpretada pela primeira vez por Gianluca Grignani, em 1994, durante o Festival de Sanremo. Após essa apresentação, Grignani interpretou a canção na televisão, e as principais rádios da Itália começaram a tocar o single. Aqui no Brasil temos a versão na voz de Ana Carolina (Quem de Nós Dois, lançada em 2002). Um excelente domingo para todos vocês e até a próxima “Dica do Borjão”.



LA MIA STORIA FRA LE DITA
(Gianluca Grignani - Massima Luca)

Sai penso che
non sia stato inutile
stare insieme a te.
Ok te ne vai
decisione discutibile
ma si, lo so, lo sai.
Almeno resta qui per questa sera
ma no che non ci provo stai sicura.
Può darsi già mi senta troppo solo
perche' conosco quel sorriso
di chi ha già deciso.
Quel sorriso già una volta
mi ha aperto il paradiso.

Si dice che
per ogni uomo
c'é un'altra come te.
E al posto mio quindi
tu troverai qualcun'altro
uguale no non credo io.
Ma questa volta abbassi gli occhi e dici
noi resteremo sempre buoni amici,
ma quali buoni amici maledetti.
Io un amico lo perdono
mentre a te ti amo.
Può sembrarti anche banale
ma é un istinto naturale.

Ma c'é una cosa che
io non ti ho detto mai.
I miei problemi senza te
si chiaman guai.
Ed é per questo
che mi vedi fare il duro
in mezzo al mondo
per sentirmi più sicuro.

E se davvero non vuoi dirmi
che ho sbagliato.
Ricorda a volte un uomo
va anche perdonato.
Ed invece tu,
tu non mi lasci via d'uscita.
E te ne vai con la mia storia fra le dita.

Ora che fai,
Cerchi una scusa
se vuoi andare vai.
Tanto di me
non ti devi preoccupare
me la saprò cavare.
Stasera scriverò una canzone
per soffocare dentro un'esplosione.
Senza pensare troppo alle parole
parlerò di quel sorriso
di chi ha già deciso
Quel sorriso che una volta
mi ha aperto il paradiso.

Ma c'é una cosa che
io non ti ho detto mai.
I miei problemi senza te
si chiaman guai.
Ed é per questo
che mi vedi fare il duro
in mezzo al mondo
per sentirmi più sicuro.

E se davvero non vuoi dirmi
che ho sbagliato.
Ricorda a volte un uomo
va anche perdonato.
Ed invece tu,
tu non mi lasci via d'uscita.
E te ne vai con la mia storia fra le dita. 

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

CITAÇÃO DO DIA


“O homem é punido pelo seu crime porque o Estado é mais forte que ele, a guerra, grande crime, não é punida porque se acima de um homem há os homens, acima dos homens nada mais há.” (Clarice Lispector escritora brasileira nascida na Ucrânia)

CHARGE DO DIA


RAPIDINHAS DO BLOG...


PRAZO PARA CONCESSÕES DE 2015 NÃO MUDARÁ, DIZ GOVERNO
O secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, disse que o governo não pretende alterar os prazos da Medida Provisória 579 para a renovação das concessões do setor elétrico que vencem a partir de 2015. As concessionárias têm até o dia 15 de outubro para apresentarem seu interesse na renovação. "Acho que o prazo é suficiente, não tem por que alterar. É importante que empresas se agilizem para tomarem essa decisão, para que o benefício possa vir já em 2013", disse Zimmermann no XII Encontro dos Associados da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Energia Elétrica (Apine). Segundo Zimmermann, a tramitação da MP no Congresso deve ser rápida e uma eventual demora não prejudicará a assinatura dos novos contratos antes da aprovação do texto final da lei. "Pela importância que assunto tem para o Brasil, parlamentares vão tratar a MP com a devida prioridade", afirmou o secretário. "Além disso, todas as cautelas necessárias serão tomadas nos contratos. Você tem formas jurídicas para permitir ajustes depois", completou.

CONCURSO PREMIA JOVENS MULHERES CIENTISTAS COM BOLSA DE US$ 20 MIL
Com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a Academia Brasileira de Ciências (ABC) apresentou nesta semana as sete jovens cientistas brasileiras vencedoras do Prêmio Para Mulheres na Ciência 2012. As contempladas foram Carolina Cavalieri Gomes, Gislaine Zilli Réus, Karin Soares Gonçalves Cunha, Katiúscia Nadyne Cassemiro, Márcia Foster Mesko, Paula Murgel Veloso e Roselia Maria Spanevello. A premiação é realizada desde 2006 pela L'Oréal Brasil, que já concedeu mais de R$ 1 milhão para 40 jovens cientistas do país. As vencedoras receberão bolsa no valor de US$ 20 mil para darem continuidade a seus projetos. "É extremamente importante para estimularmos o papel da mulher na ciência. Eu sou favorável que a gente promova o crescimento, com mérito, da mulher na ciência. Em particular, na nossa academia, no futuro", disse à Agência Brasil o presidente da ABC, Jacob Palis. Palis não tem dúvidas que algumas das premiadas serão membros futuros da ABC. Há cinco anos, a entidade tinha somente 7% de mulheres entre os cientistas filiados. Hoje, elas representam 12,6%. "Estamos avançando", disse Palis. As sete cientistas foram premiadas por projetos nas áreas de ciências biológicas, física, química e matemática. Elas são oriundas dos estados do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, de Pernambuco e de Minas Gerais. O trabalho de seleção foi realizado pela ABC.

DETENÇÃO DE DIRETOR DO GOOGLE NO BRASIL REPERCUTE NA IMPRENSA INTERNACIONAL
A detenção do diretor-geral do Google no Brasil, Fabio José Silva Coelho, repercutiu em veículos de comunicação internacionais. "BBC", "Wall Street Journal" e "Washington Post" foram alguns dos sites que noticiaram o fato. O executivo foi liberado após assinar um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência), em que se compromete a comparecer à Justiça se for convocado. A prisão de Coelho foi determinada pela Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul porque o YouTube --site de vídeos pertencente ao Google-- não retirou do ar dois vídeos contra Alcides Bernal, candidato a prefeito de Campo Grande pelo PP. Em nota, a PF explicou que recebeu da Justiça Eleitoral de São Paulo uma "decisão de descumprimento de ordem judicial proveniente do Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul, em relação ao representante da empresa Google no Brasil". Segundo um porta-voz do Google, a empresa está prestando os esclarecimentos necessários à Justiça. 

ARTE NO BLOG


A ARTE DE  JOSÉ MALHOA – PARTE 03
por Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa

O RIGOR E O SENTIMENTO EM JOSÉ MALHOA
José Malhoa foi pintor profícuo. Tinha suas preferências mas não se deteve em nenhum tema. O que lhe interessava, isso fica muito claro em toda a sua obra, era registrar a vida em sua terra. Apesar de nascido no campo, foi para Lisboa muito cedo, aos 12 anos. Interessa-se pela História de Portugal e é convidado, como já mencionamos aqui, para pintar murais e afrescos sobre os grandes feitos portugueses. Gosta do tema, mas ainda prefere pintar as gentes de todo dia...


Em 1891 pinta Os Músicos (foto acima), obra encantadora. Esse quadro foi leiloado em 2007 pela Casa Christie’s, de Londres, por soma expressiva, para um colecionador particular. Já no século XIX, dois de seus quadros provocam grande polêmica : Os Bêbados (1907) e O Fado (1910) (foto abaixo). São de um naturalismo audacioso e avançado para a época, o que provocou muitas críticas. Mostram o ambiente das tavernas como era, não o tornam mais respeitável... Mas são obra de um grande artista e como tal vencem todo preconceito.


Disse um crítico francês que o pincel de Malhoa era rigoroso, que ele não enfeitava a realidade, não a tingia com as cores do sentimentalismo, mas que isso não impedia que seu coração estivesse naquilo que pintava. Passa largas temporadas em Figueiró dos Vinhos e, naturalmente, a vida campestre e a paisagem exuberante do interior de Portugal o estimulam a pintar mais e mais. Deixo com vocês Outono, de 1918.


ACERVO:
Os Músicos – coleção particular
O Fado - Museu da Cidade de Lisboa
Outono – Museu do Chiado, Lisboa

RECEITA DO BLOG


CARNE DE PANELA


INGREDIENTES PARA 05 PORÇÕES
500 g de coxão mole cortado em bifes
1 cebola ralada
1 dente de alho amassado
1/2 xícara chá de óleo
Sal e pimenta do reino a gosto
1/2 colher sopa de ajinomoto
1 colher sopa de salsinha picada
500 ml de água quente
1/2 lata de massa de tomate
1 pimentão verde picado
1 tomate sem sementes picado
1 cenoura pequena picada
Orégano a gosto

MODO DE PREPARO
1.     Em uma panela de pressão, coloque o óleo junte a cebola, alho e refogue bem;
2.  Acrescente a carne frite por 5 minutos mexendo bem, depois coloque o aji-no-moto, tomate, pimentão, massa de tomate, cenoura e a seguir acrescente a água orégano;
3.  Deixe cozinhar por 30 minutos contando o inicio da fervura, assim que a carne estiver cozida retire do fogo, misture a salsinha e sirva em seguida com arroz branco. 

CIRCULA NA INTERNET


SIMPATIA PARA GANHAR DINHEIRO

Quer ficar rico? Ter uma bela casa e um carro de arrasar? Pois bem, conheça nossa simpatia para ficar rico e ganhar muito dinheiro. 


IMAGEM DO DIA

Uma belíssima imagem aérea da aprazível Praia da Redinha - RN - Brasil

PIADA DO BLOG


A CURA ATRAVÉS DA AUTO-SUGESTÃO
O sujeito, um tanto quanto cético, foi a um médico que diziam fazia curas milagrosas através da auto-sugestão. Depois de alguns minutos de espera ele entrou no consultório, sentou-se e o médico lhe disse:
- Agora, o senhor relaxe e diga: "Estou curado", "Estou curado", isso, repita vinte vezes. O sujeito obedeceu.
- Prontinho - tornou o médico. - Pode ir para casa que o senhor está ótimo! São 50 Reais! 
Inconformado com a atitude do médico, ele disse:
- Doutor, repita vinte vezes: "Já recebi", "Já recebi"!

TEXTO DO BLOG

NÃO HÁ DEUSES NA POLÍTICA

por Gaudêncio Torquato*

A onda vermelha começa a amarelar. O sentido do verbo é menos o de mudança cromática e mais o de perder o viço, o frescor, empalidecer por causa da idade, conforme ensina Houaiss em seu dicionário. A perda da vitalidade pode ser observada tanto na estética da paisagem quanto na semântica do discurso. Até mesmo a governante-mor mostra recato na liturgia do poder, ao usar com parcimônia seu tailleur vermelho.
A referência, logo decifrada pelo leitor, é sobre o Partido dos Trabalhadores. Todos recordam a miríade de estrelas e bandeiras vermelhas espraiando-se por todos os cantos – das praças centrais das metrópoles, passando pelos jardins do Palácio do Alvorada e enfeitando as poeirentas ruas de distritos dos fundões do país.
Nesta campanha, já é possível prever que a maré vermelha não chegará à praia com o volume de água e a força de arrebentação que destroçavam territórios povoados por outras cores partidárias.
A se confirmarem projeções que sinalizam um refluxo eleitoral do PT em tradicionais domínios, pode-se aduzir sem risco de errar, que, ao chegar aos 32 anos de vida, o tecido petista mostra-se roto.
Antes que o tucanato se anime com a hipótese de que resgatou a antiga força perdida para o petismo, é oportuno examinar sua saúde. Para começar, seu radiador furado ameaça superaquecer o corpo de suas aves.
Cientistas descobriram, recentemente, que o imenso bico dos tucanos funciona como um radiador que dissipa o calor do corpo da ave, permitindo que ela permaneça com temperatura amena. Pois bem, o radiador tucano, há tempos, deixa vazar água. Porque o bico está esburacado.
Quem observou o estrago foi um tucano de alta plumagem, o arguto ex-presidente Fernando Henrique. Ele foi ao ponto: o PSDB enfrenta intenso desgaste de material. Em 24 anos, os tucanos não souberam oxigenar seu corpo, renovar seu bico, reciclar suas asas. Imaginaram que, deitados no leito da classe média alta, podiam estender seu império a partir do comando da Nação durante 8 anos.
Fincaram profundas estacas em Estados poderosos como São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Um feito. Mas é inegável que os parafusos da engrenagem tucana estão espanados por falta de lubrificação das roscas.
Portanto, nesse ciclo eleitoral, as bandeiras rotas do PT desfilam ao lado de figuras carimbadas do PSDB. O tecido petista começou a escarpar em 2005, na malha dos Correios, quando um vídeo mostrou um chefete recebendo dinheiro para intermediar negócios. O episódio abriu o escândalo do mensalão.
O então presidente do PTB, deputado Roberto Jefferson, contrariado com denúncias envolvendo seu nome, batizou a compra de votos de deputados com o neologismo. O caso começou a ser julgado em 2007. O governo Lula chegou ao seu final imerso na poeira levantada pelo tufão.
O ex-presidente tentou tergiversar, negando a existência do mensalão, após se considerar traído e pedir perdão aos brasileiros por “práticas inaceitáveis”. Usou o carisma, o programa de distribuição de renda (Bolsa Família), o incentivo ao consumo e o controle dos eixos macroeconômicos para glorificar o petismo-lulismo. A estética vermelha dominava os ambientes. Os milhões de brasileiros ingressos no novo patamar da pirâmide social engrossaram o refrão do Lula-lá.
A dinâmica social, porém, acabou plasmando um antivírus. A organicidade social se intensifica na esteira da multiplicação de bolsões de defesa de contribuintes e da mobilização de categorias que acorrem aos corredores institucionais. Independência e autonomia passam a iluminar as consciências.
A presidente Dilma, com sua identidade técnica, edifica um escudo que a protege contra a chuva ácida que fura o telhado petista. A crítica à representação política, na esteira de denuncias sobre malversação do dinheiro público, nivela entes partidários e forma ondas de contrariedade.
O PT e seus ícones entram no primeiro plano da cena. E agora, constata-se que Lula não é Deus, como proclamou a hoje ministra Marta Suplicy. Não há deuses na política. E nem ela dobra a vontade do eleitor, como sugeriu.
O julgamento do mensalão vira o hit do momento. Marolas saem do meio do oceano social e chegam às margens, carregando indignação. Matérias bombásticas e recados de réus pairam como ameaça ao projeto petista. Figuras de proa temem ser jogadas no meio do fogaréu.
Ao entrar na guerra eleitoral disposto a costurar as bandeiras vermelhas país afora, Luiz Inácio assume o risco de sair da batalha como o grande perdedor. Vende continuidade com a lábia carismática. Mas o discurso está embalado em celofane velho: palanques, colchões assistencialistas, economia controlada.
Será isso o novo? A invencionice de programas marquetados deu o que tinha de dar.
Já na floresta tucana, as copas das árvores também amarelam. As folhas no chão formam um tapete apodrecido. E mais: o próximo capítulo do espetáculo midiático será o mensalão mineiro. Que jogará o PSDB no banco dos réus.
Em suma, os tucanos não têm sido capazes de substituir seus grandes perfis por ideias luminosas. O partido gira em torno de quatro a cinco caciques. São inegáveis suas qualidades pessoais, a experiência acumulada, os programas implantados nos territórios que governam. Jamais se poderá apagar a contribuição dada pelo ciclo FHC ao Brasil moderno. Foi ele, sim, que abriu as portas da estabilidade econômica.
Mas essa é uma página virada. Qual é o projeto de futuro? Não é de admirar, portanto, que PT e PSDB estejam na maior encruzilhada de suas vidas. Décadas de arengas e querelas corroeram seus estoques de credibilidade.
Veja-se a campanha paulistana. O eleitorado mostra-se cansado e resiste a entrar no jogo da polarização.
Demonstração da saturação é a tendência para escolher um perfil distante dos figurinos petista e tucano. Sinais dos tempos: as duas grandes estruturas partidárias que mais pregavam a ética na política estão vivendo horas de pesadelo.

(*) Gaudêncio Torquato, jornalista, é professor titular da USP e consultor político e de comunicação Twitter@gaudtorquato

INDICADORES DO BLOG


BOVESPA

BOLSAS DO MUNDO
ÍNDICE
VARIAÇÃO (%)
VARIAÇÃO (PTS)
TOTAL (PTS)
Dow Jones - Estados Unidos
+0,54%
+72,46
13.485,97
S&P 500 - Estados Unidos
+0,96%
+13,83
1.447,15
Nasdaq - Estados Unidos
+1,39%
+42,90
3.136,60
DAX Frankfurt - Alemanha
+0,19%
+13,51
7.290,02
CAC 40 - França
+0,72%
+24,48
3.439,32
Euro Stoxx 50 - Europa
+0,30%
+7,54
2.506,06
Merval - Argentina
+1,34%
+33,17
2.494,18
Nikkei 225 - Japão
+0,48%
+43,17
8.949,87
SSE Composite - China
+2,60%
+52,15
2.056,32
Hang Seng - China
+1,14%
+234,56
20.762,29
27/09/2012 21h33 | Thomson Reuters

MOEDAS
MOEDA
COMPRA (R$)
VENDA (R$)
VAR (%)
Dólar Comercial
2,0285
2,0300
-0,24%
Euro
2,6192
2,6223
-0,03%
Libra
3,2926
3,2968
-0,06%
Peso Argentino
0,4325
0,4330
0,00%
27/09/2012 21h33 | Thomson Reuters

INFLAÇÃO
ÍNDICE
VALOR (%)
IBGE IPCA Month
0,41%
INPC IBGE (mês)
0,45%
IPC Fipe (mês)
0,27%
IPC-DI FGV (mês)
0,44%
IGP-DI FGV (mês)
1,29%
IGP-M FGV (mês)
0,77%
IPA-DI FGV (ano)
7,70%
ICV Dieese (mês)
0,93%
27/09/2012 21h33 | Thomson Reuters

JUROS E POUPANÇA
ÍNDICE
VARIAÇÃO (%)
Selic (ano)
7,50%
CDI (ano)
7,37%
TJLP - Taxa de juros de longo prazo (trimestre)
5,50%
TR - Taxa referencial (mês)
0,0000%
Poupança (mês)
0,500%
27/09/2012 21h37 | Thomson Reuters

RISCO PAÍS
ÍNDICE
VALOR (PTS)
Risco país Brasil
163,00
Risco país México
135,00
Risco país Argentina
884,00
27/09/2012 21h39 | Thomson Reuters

COMMODITIES
ÍNDICE
VARIAÇÃO (%)
VARIAÇÃO (PTS)
COTAÇÃO (US$)
Prata
-
-0,07
34,56
Platina
-
+6,21
1.649,41
Petróleo WTI
+0,41%
+0,38
92,23
Ouro
-
-1,18
1.776,11
Petróleo Brent
0,00%
0,00
112,41
Paládio
-
+3,67
633,97
27/09/2012 21h39 | Thomson Reuters

ATIVIDADE ECONÔMICA
ÍNDICE
VALOR (%)
Desemprego (mês)
-
PIB (variação em relação ao trimestre imediatamente anterior)
0,20%
PIB (variação em relação ao mesmo trimestre do ano anterior)
0,80%
Dívida pública como proporção do PIB
34,90%
Produção industrial (mês)
0,30%
Produção industrial (ano)
-2,90%
Vendas do Varejo (mês)
1,40%
27/09/2012 21h45 | Thomson Reuters 

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

CITAÇÃO DO DIA


“Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós.” (Clarice Lispector)

CHARGE DO DIA


RAPIDINHAS DO BLOG...



AGENTES DA POLÍCIA FEDERAL DO BRASIL FAZEM PROTESTO EM NY
Na terça-feira (25), agentes da Polícia Federal do Brasil realizaram uma manifestação em frente à sede da Organização das Nações Unidas (ONU). Os ativistas aproveitaram a presença da presidente Dilma Rousseff no encontro de chefes de estado que aconteceu essa semana em New York para pedirem a equiparação salarial da categoria. O protesto foi pacífico, não sendo permitidas agressões físicas nem verbais, ou seja, apenas palavras de ordem, por exemplo, “S.O.S Brazilian Federal Police”, “Security in first place”, entre outras. Segundo manifestantes, apesar de ser necessário ter diploma universitário para ingressar na Polícia Federal, alguns cargos, entre eles agentes, escrivães e papilocopistas (identificam pessoas através das impressões digitais) estão sujeitos ao mesmo piso salarial de funcionários portadores do diploma do 2º grau.  “Hoje nossa greve completa 51 dias, recusamos o aumento de 15% oferecido pelo Governo porque o dinheiro é o menos importante que queremos nesse momento, não que seja dispensável. Lutamos principalmente pela reestruturação da carreira dos agentes (investigadores), escrivães (únicos da PF que possuem fá pública) e papilocopistas. Todos esses, além de suas funções principais exercem centenas de outras acessórias. O problema não é a função, mas a falta de reconhecimento dela. A situação é muito mais complexa do que você ou qualquer pessoa de fora possa imaginar”, disse uma manifestante. “Uma das exigências para os concursos públicos dos EPAs (Escrivão, Papiloscopista e Agente) é o diploma do curso superior. A categoria de curso superior dos EPAs já foi reconhecida pelo Ministério do Planejamento, mas no orçamento o Governo insiste em nos classificar como nível médio. Exercemos atividades complexas e cada um extrai de si sua especialidade: Médicos, dentistas, engenheiros, administradores, advogados e etc”, acrescentou ela. Ainda na terça-feira (25), os manifestantes realizaram uma vigília em frente ao hotel onde ficou hospedada a presidente Dilma Rousseff, em Manhattan – NY. 

DESIGUALDADE CAIU NOS ÚLTIMOS 10 ANOS NO PAÍS, DIZ IPEA 
O Brasil reduziu drasticamente a distância entre os mais ricos e os mais pobres nos últimos dez anos, mas ainda assim a desigualdade brasileira está entre as 12 mais altas do mundo. A conclusão é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que lançou nesta semana o estudo A década Inclusiva (2011-2011): Desigualdade, Pobreza e Políticas de Renda. A pesquisa indica que "não há na História brasileira, estatisticamente documentada desde 1960, nada similar à redução da desigualdade de renda observada desde 2001". Paralelamente, entretanto, ao apresentar a pesquisa, o novo presidente do órgão, Marcelo Neri, ressaltou que os brasileiros ainda vivem sob extremas distâncias, quando o assunto é renda. "O brasileiro mais pobre é tão pobre quanto os intocáveis indianos e o mais rico não é menos rico que o russo abastado e quase como o americano abastado", disse Neri. O estudo do Ipea considera dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Uma das conclusões é que entre 2001 e 2011, a renda per capita dos 10% mais ricos aumentou 16,6% em termos acumulados, enquanto a renda dos mais pobres cresceu 91,2% no período. "Se fizéssemos uma conta simples, seria um crescimento de 9% ao ano. A renda dos 10% mais pobres cresce 5 vezes e meia mais rápido que a dos 10% mais ricos", disse Neri. O Ipea ressalta também que a evolução da renda dos 20% mais ricos no Brasil foi inferior ao de todos os Brics, enquanto o crescimento de renda dos 20% mais pobres supera o de todos os demais, com exceção da China. Por nível de escolaridade, o estudo do Ipea ressalta que no caso das pessoas que vivem em famílias chefiadas por analfabetos, a renda sobe 88,6%. Por outro lado, houve decréscimo de 11,1% daquelas cujas pessoas de referência possuem 12 ou mais anos de estudo completos. Por regiões, o estudo aponta que a renda do Nordeste sobe 72,8%, contra 45,8% do Sudeste. Da mesma forma, a renda cresceu mais nas áreas rurais pobres (85,5%) que nas metrópoles (40,5%). Além disso, o Ipea apurou que no período considerado, a renda dos brasileiros que se identificam como pretos e pardos sobe 66,3% e 85,5%, respectivamente, contra 47,6% dos brancos. A pesquisa mostra, ainda, que nos dez anos considerados, a renda das crianças de zero a quatro anos sobe 61%, contra 47,6% daqueles de 55 a 59 anos. Neste último caso, o movimento é explicado por ações como o Bolsa-Família e o Brasil Sem Miséria, argumenta o Ipea. A pesquisa destaca que tais programas privilegiam as mães como titulares dos benefícios. O estudo considerou dados das Pnads de 1995 a 2011. Neri, que assumiu a presidência do Ipea dia 12, compara o movimento traçado recentemente pelo Brasil como uma combinação do que ocorre na China e na Índia e chega a denominar essa trajetória de efeito "Chindia". "Os indianos e os chineses saindo da pobreza é mais ou menos a mesma cena que os nordestinos, pessoas de cor preta, analfabetos, a parte mais pobre do Brasil está percorrendo". Na conclusão do estudo, o Ipea destaca que "na verdade, a desigualdade no Brasil levaria pelo menos 20 anos no atual ritmo de crescimento para atingir níveis dos EUA". Para a nova década, o Ipea ressalta, várias vezes, a importância do Bolsa-Família. " A segunda década do novo milênio parece ser a de múltiplos caminhos em direção à superação da pobreza. Diversos deles serão trilhados sobre a estrutura do Bolsa-Família", conclui o estudo.

VIA LÁCTEA ESTÁ ENVOLTA EM HALO DE GÁS QUENTE
Um estudo feito por um grupo internacional de astrônomos encontrou evidências de que a Via Láctea está envolta por um enorme halo de gás quente. A formação se estende por centenas de milhares de anos-luz e tem massa comparável com a soma das massas de todas as estrelas da galáxia. O estudo foi conduzido a partir de observações feitas por meio do Chandra, o observatório de raios X da Nasa, a agência espacial norte-americana. Se a dimensão e a massa do halo de gás forem confirmadas, isso poderá resultar em uma explicação para o problema conhecido como “bárions perdidos da galáxia”. Bárions são partículas, tais como prótons e nêutrons, que compõem mais de 99,9% de toda a massa de átomos existente no Universo. Medidas de halos de gases e de galáxias extremamente distantes indicaram que a matéria bariônica presente quando o Universo tinha apenas 4 ou 5 bilhões de anos representava cerca de um sexto da massa e da densidade da matéria não observável – também chamada de matéria escura. Um censo feito recentemente estimou o total de bárions presente nas estrelas e gases na Via Láctea e em galáxias vizinhas. O resultado apontou que pelo menos metade dos bárions simplesmente não estava presente. Estudos recentes indicaram que a Via Láctea e suas vizinhas estão envoltas em gases com temperaturas que variam aproximadamente entre 100.000 e 1 milhão de graus celsius. O novo estudo sugere que o halo em torno da Via Láctea pode ter até 2,5 milhões de graus – centenas de vezes mais quente do que a superfície do Sol. Os cientistas também concluíram que a massa de gás do halo é equivalente à massa de mais de 10 bilhões de vezes a do Sol. E pode ser ainda maior, chegando a 60 bilhões de vezes a do Sol. A pesquisa feita por Anjali Gupta, da Ohio State University, nos Estados Unidos, e colegas aponta uma possibilidade para a dúvida de onde foram parar os bárions perdidos na Via Láctea: eles estariam escondidos no halo que envolve a galáxia. E a densidade estimada do halo é tão pequena que halos em outras galáxias podem ter escapado das observações dos astrônomos até hoje. O estudo foi publicado no periódico The Astrophysical Journal. Lançado em 1999, o Chandra é um dos quatro Grandes Observatórios da Nasa, ao lado do Hubble, do Compton (de raios gama) e do telescópio espacial Spitzer.

NÚMERO DE BRASILEIROS CONECTADOS BATE RECORDE
O número de brasileiros com acesso à internet atingiu recorde de 83,4 milhões no segundo trimestre deste ano, informou nesta terça-feira o Ibope Nielsen Online. Se considerados os acessos apenas no local de trabalho ou em residências, o número de usuários chegou a 70,9 milhões em agosto, crescimento de 16% em 12 meses. Segundo o levantamento, das 70,9 milhões de pessoas que têm acesso em casa ou no trabalho, 50,7 milhões foram usuárias ativas em agosto, aumento de 5% sobre o mês anterior e de 13% ante igual período de 2011. O número de pessoas com acesso em residências apresentou o maior crescimento, de 17% em um ano, para 67,8 milhões de usuários. Os sites cujos acessos mais subiram em agosto na comparação com julho foram os de pesquisa de trabalhos escolares, livros digitais, cartões de felicitação, portais e celulares.

RIVISTA DO MINO



Hermínio Macêdo Castelo Branco (Mino) é cearense, natural de Fortaleza. Filho de Francisca Macêdo e Raimundo Castelo Branco, nasceu no dia 3 de maio de 1944. Formado em Direito pela UFC (inscrito na OAB), a lista de suas atribuições é extensa: desenhista, artista plástico, cartunista, programador visual, projetista gráfico, poeta bissexto, livre pensador, autor de histórias, fábulas e contos infantis, ilustrador e publicitário. Trabalhando em agências de publicidade e colaborando com quase todos os jornais de Fortaleza, passou vários anos dedicado ao trabalho de criação de marcas, programação visual e projetos gráficos. Edita sua própria publicação mensal "RIVISTA", distribuída através da editora "RISO" (de sua propriedade) para vários colégios no Ceará. RIVISTA contém toda a diversificação de seu trabalho: fábulas, contos, frases, pensamentos, artigos, poesias, ilustrações e cartuns. O "Blog do Borjão" em homenagem ao Mino disponibiliza às 5ª feiras o tópico "RIVISTA DO MINO".

SAÚDE NO BLOG


TRATAMENTO DE ENDOMETRIOSE COM CIRURGIA ROBÓTICA PODE SER MAIS EFICAZ

Endometriose é a formação de tecido endometrial fora da cavidade uterina. A doença pode se manifestar de diversas formas, desde as mais leves, ou superficiais, até as mais graves, ou infiltrativas. O tratamento mais indicado para este último caso é o cirúrgico. Agora está disponível no País a cirurgia por robô e com visão em 3D, que é menos invasiva e pode dar melhores resultados.


por Duarte Miguel Ribeiro*

A cavidade uterina de todas as mulheres que estão em idade fértil deve ser revestida de células endometriais. Sob a ação dos hormônios femininos, como a progesterona e o estrógeno, mensalmente elas produzem o tecido endometrial, nos quais, em caso de gravidez, o embrião se implantará. Quando isso não ocorre, o endométrio é renovado pelo processo de descamação, exteriorizando-se sob a forma de menstruação.
Caracteriza-se a endometriose quando se forma um tecido semelhante ao do endométrio fora do útero. Essa doença pode ocorrer em todos os órgãos femininos, como no nariz, na cavidade abdominal, nos pulmões e até mesmo no cérebro, porém cerca de 94% dos casos se manifestam na área da pelve (mais conhecida popularmente como bacia), onde se encontram as trompas, os ovários, os intestinos, o ureter, a bexiga e a vagina.
A presença do tecido endometrial fora da cavidade uterina provoca uma reação inflamatória intensa, causando aderências de tecidos, distorções na anatomia e tecidos cicatriciais (fibroses). A doença pode manifestar-se de diversas formas, desde a mais leve ou superficial, até a mais grave e profunda, ou infiltrativa. 
O tratamento inadequado da endometriose pode levar à esterilidade e prejudicar enormemente a qualidade de vida das mulheres na melhor fase de sua existência. O tratamento mais indicado para as endometrioses profundas é o cirúrgico. Consiste na retirada de todo o tecido que esteja comprometido pela endometriose, preservando os órgãos da reprodução. O principal problema deste tratamento, hoje, são as recorrências da doença, que estão em torno de 10% ao ano, ou 50% em cinco anos. Isso se deve a fatores pré-operatórios, como a demora no diagnóstico, pela não valorização dos sinais e sintomas clínicos da doença, como dor para menstruar (dismenorreia), dor na atividade sexual (dispaurenia), alteração dos hábitos intestinais (disquesia) e dificuldade para engravidar; pelo mapeamento inadequado da doença; pela não realização de todos os exames de imagem específicos; por fatores operatórios, como as limitações técnicas induzidas pela deficiência em equipamentos cirúrgicos de imagem; e pelo risco de se provocar sequelas quando a endometriose se forma em órgãos nobres ou nos nervos pélvicos, que não podem ser ressecados.
Felizmente, hoje contamos com mais um aliado importante no tratamento da endometriose profunda. Trata-se da cirurgia auxiliada por robô e com visão em 3D, que deixa o cirurgião muito mais seguro na identificação dos planos de dissecção e com pinças que imitam as mãos humanas, possibilitando movimentos e procedimentos antes impossíveis. Além disso, o cirurgião trabalha sentado, em posição ergonômica, fica muito menos cansado e o tremor fino de suas mãos é anulado pelo robô. Consequentemente, os resultados tendem a ser melhores e menos agressivos, possibilitando ressecções que antes seriam impossíveis e com uma preservação bem maior dos órgãos reprodutores, abrindo uma esperança para o tratamento definitivo desta doença que incomoda muitas mulheres.

(*) Duarte Miguel Ribeiro, cirurgião geral, ginecologista e obstetra na capital paulista, é um dos pioneiros em Cirurgia Robótica da Pelve e atua no Hospital e Maternidade São Luiz e no Hospital Israelita Albert Einstein - duartemiguel.ribeiro@terra.com.br