Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

CITAÇÃO DO DIA

“Os homens que não pensam são como esses frutos arrancados da árvore e que engelham em vez de amadurecer. Olham a vida de uma prateleira, sem compreender a vida, sempre azedos ou sem sabor.” (João do Rio (1881-1921), jornalista, escritor e cronista carioca)

CHARGE DO DIA


RAPIDINHAS DO BLOG...


GOVERNO CENTRAL TEM SUPERÁVIT PRIMÁRIO RECORDE PARA MESES DE JANEIRO
O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, informou que o superávit primário das contas do governo central em janeiro, de R$ 20,8 bilhões, é o maior para o mês e o segundo maior da história para todos os meses. Só fica atrás do superávit de R$ 26 bilhões registrado em setembro de 2010, quando o governo recebeu uma Receita extraordinária de R$ 31,9 bilhões decorrente do processo de capitalização da Petrobrás. Augustin comentou ainda o resultado do superávit primário em 12 meses, que atingiu R$ 100,1 bilhões (2,4% do PIB)."Fica evidente que estamos com o primário em ascensão. Isso é positivo porque reflete o esforço grande para que o novo mix de política econômica seja o melhor possível", disse Augustin, referindo-se ao termo utilizado no ano passado pela equipe econômica para definir uma estratégia de reforço da política fiscal para ajudar o Banco Central na redução da taxa de juros. Segundo Augustin, o novo mix de política econômica tem dado certo e mostrado resultados importantes. O secretário fez questão de destacar, ao apresentar os dados das contas do governo central, que os números de janeiro não refletem o contingenciamento adotado pelo governo. Ele atribuiu o resultado positivo do mês passado ao bom desempenho da arrecadação, mas também a uma expansão menor das despesas. Ele fez questão de ressaltar que as transferências para Estados e municípios, tradicionalmente, em janeiro, são menores, o que contribui para o resultado. O secretário minimizou a queda de 17,4% dos investimentos em janeiro deste ano ante o mesmo mês do ano passado. Ele ponderou que em janeiro de 2011 a base estava elevada. Augustin argumentou que o ritmo de investimento já vinha mais lento desde os últimos meses do ano passado e atribuiu esse movimento ao fato de que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) ainda está no início. Segundo ele, é normal que o PAC 2 deslanche e os investimentos tenham ritmo acelerado depois. "O PAC 2 começa mais lento e depois vai acelerar",disse. Ele preferiu, no entanto, não fazer prognósticos de quando essa aceleração ocorrerá. "É um movimento previsível em meses. Não é amanhã. Aos poucos, vai acelerando", disse. O secretário reforçou o prognóstico do governo de que haverá um crescimento significativo dos investimentos em 2012. Segundo ele, o aumento dos investimentos é uma questão chave para o País. Augustin disse que os dados do PAC divulgados hoje já incluem a nova metodologia que considera os gastos do Minha Casa, Minha Vida como investimentos. O superávit no valor de R$ 20,8 bilhões representou um aumento de R$ 6,6 bilhões em relação ao que foi verificado em janeiro de 2011 - um crescimento de 46,5%. Os dados divulgados há pouco pelo Ministério da Fazenda mostram que o Tesouro Nacional teve superávit primário de R$ 23,825 bilhões. Já a Previdência Social apresentou um déficit primário de R$ 3 bilhões, enquanto o BC teve um resultado negativo de R$ 11,4 milhões. Segundo as informações do Tesouro, o resultado de janeiro mostra um crescimento de 931,4% em relação ao superávit obtido nas contas do governo central em dezembro, que foi de R$ 2,017 bilhões. As despesas do governo central (Tesouro Nacional, INSS e Banco Central) cresceram em ritmo menor do que as receitas no primeiro mês do ano. Dados divulgados há pouco pelo Tesouro Nacional mostram que as receitas do governo central no mês passado apresentaram crescimento de R$ 11,6 bilhões (12,7%) em relação a janeiro de 2011. Esse aumento é explicado principalmente pelo crescimento na arrecadação de impostos (aumento de R$ 4,4 bilhões), contribuições (alta de R$ 2,4 bilhões) e da cota parte de compensações financeiras (avanço de R$ 1,7 bilhão). Já as despesas do governo central cresceram R$ 4,9 bilhões (8%) ante o mesmo mês de 2011. Os principais aumentos apontados foram de R$ 2,5 bilhões nas despesas da Previdência Social (+12,12%) e de R$ 1,8 bilhões (+7,2%) nas despesas de custeio e capital. As despesas com pessoal e encargos sociais tiveram um incremento de 3,8% em janeiro ante janeiro de 2011.

CÉREBRO PODE SER 'REJUVENESCIDO', SUGERE PESQUISA
Características boas e ruins da mente de recém-nascidos, que até pouco tempo atrás eram consideradas como enclausuradas naquela fase da vida sem retorno possível, podem ser retomadas mais tarde, segundo pesquisas apresentadas durante a conferência anual da Associação Americana para o Progresso da Ciência (AAAS), que terminou no dia 20 de fevereiro, em Vancouver, Canadá. Por meio do uso de medicamentos ou intervenções comportamentais, tais estudos sugerem que janelas de aprendizado que - julgava-se - se fecham definitivamente a partir de certa idade podem ser “reabertas”. Enfermidades adquiridas enquanto recém-nascido, e que pareciam incuráveis, também podem ser curadas. Takao Hensch, neurologista e professor da Escola de Medicina da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, um dos que apresentaram trabalhos sobre esse tema na reunião, resume assim a questão: “Trata-se de tornar cérebros velhos jovens de novo”. Suas experiências com ratos se focam em moléculas e na química cerebrais que ajudam a abrir ou fechar essas janelas. Há sérios riscos envolvidos no processo, no entanto, como o próprio Hensch admite, já que alguns desses procedimentos podem ocasionar danos psiquiátricos ou psicológicos, o que fará com que ainda leve tempo para começarem testes com seres humanos. No entanto, seu trabalho e de outros tem ajudado a aumentar a compreensão de como o cérebro, especialmente na primeira infância, funciona, em particular a sua plasticidade, ou seja, como ele se alinha e realinha pela formação de novas conexões entre neurônios, ao responder aos estímulos que recebe do ambiente. O aprofundamento dessas pesquisas pode fazer com que cientistas descubram como intervir para ajudar a melhorar o desenvolvimento e o aprendizado das crianças, bem como fazer com que o cérebro de pessoas recupere parte da plasticidade que tinha no começo da vida. Janet Werker, professora de psicologia da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, tem observado há anos como nos primeiros meses de vida os bebês rapidamente reagem aos sons da fala que ouvem e aos gestos que veem, o que - em especial entre os seis e os nove meses de vida - faz com que elas comecem a aprender a falar a língua de seus pais. Crianças que nascem e passam esse período inicial em casas onde a família fala duas línguas diferentes manteriam essa janela para o aprendizado de línguas aberta por mais tempo. Werker também tem registrado há muitos anos que bebês cujas mães haviam sofrido de depressão durante a gravidez tinham essa capacidade de aprender línguas afetada negativamente. Mas, nos casos em que as mães com depressão foram tratadas com um medicamento antidepressivo conhecido como SRI, seus filhos não eram tão afetados. Charles Nelson, da Escola de Medicina de Harvard, mostrou aos participantes da conferência da AAAS os resultados de outra pesquisa nesta área, realizada com 136 crianças de vários orfanatos em Bucareste, Romênia, que haviam sido abandonadas no nascimento. Algumas dessas crianças foram adotadas e Nelson comparou o desenvolvimento desses dois grupos com o de 68 outras crianças, que nasceram e foram criadas com seus pais, em casas também em Bucareste, até todas terem completado oito anos de idade. As conclusões do estudo podem não ter sido surpreendentes, já que comprovaram o que o senso comum preveria: as crianças criadas com os pais tiveram um desenvolvimento cognitivo marcantemente superior aos das que foram adotadas e o destas também foi bastante maior do que as das que ficaram nas instituições. Mas o interessante foi perceber que muitas das capacidades de aprendizado entre as que foram adotadas que estavam vinculadas às janelas que supostamente se fecham em certo momento foram recuperadas por seus cérebros, o que pode comprovar a teoria geral de que a plasticidade pode retornar, dadas certas condições. A pesquisa que mais chamou a atenção do público e da mídia neste tema, no entanto, foi a de Daphne Maurer, da Universidade McMaster, do Canadá - instituição com quem a FAPESP tem um acordo de cooperação científica e acadêmica. Maurer descobriu que crianças nascidas com cataratas congênitas, uma enfermidade visual até agora considerada incurável mesmo após a remoção cirúrgica das cataratas e o uso de lentes de contato, de fato podem obter visão quase completamente normal após uma aparentemente simples intervenção de comportamento. O aprendizado da visão tem início no nascimento e a janela para ele se fecha aos sete anos, segundo o conhecimento acumulado. As crianças com cataratas congênitas não conseguem prestar atenção a certos detalhes ou acompanhar movimentos como as que não têm a enfermidade e - acreditava-se - depois dos sete anos qualquer tentativa no sentido de curá-las seria malsucedido. Mas Maurer obteve sucesso com cinco de seis adultos que tiveram cataratas congênitas, as quais ela fez jogar um popular videogame chamado Medal of Honor durante 40 horas distribuídas num período de quatro semanas. O jogo força as pessoas a prestar atenção em um foco móvel de ação e a diferentes detalhes que aparecem em diversos pontos da tela. Essa atividade, ao que tudo indica, estimula o cérebro a se rearticular. O êxito do experimento não foi absoluto. Alguns tipos de visão não foram totalmente recuperados nos cinco pacientes que apresentaram enormes melhoras em diversas outras modalidades de visão, especialmente as mais importantes porque têm a ver com a leitura. Mas o sucesso parcial impressiona e definitivamente autoriza a continuidade de pesquisas. Maurer disse que também tem obtido bons resultados com pacientes estrábicos por meio do uso do mesmo jogo. Como em outros casos, há também aqui a preocupação sobre eventuais efeitos colaterais que essa interferência na ação cerebral possa vir a causar (como, talvez, o desenvolvimento de esquizofrenia), o que exige extremos cuidados na aplicação de experimentos. Também há quem objete ao fato de o jogo utilizado ser notoriamente violento e de que, por isso, sua utilização com pacientes infantis poderia ser desaconselhado. Maurer disse que ela, sua equipe e pessoas especializadas na área de concepção de videogames estão trabalhando para criar um novo, que provoque as mesmas estimulações visuais do Medal of Honor, mas não tenha conteúdo de violência.


QUEM TENTAR RESTRINGIR A INTERNET VAI FALHAR, DIZ GOOGLE
O presidente do Conselho do Google, Eric Schmidt, disse que quem tentar restringir o acesso à internet vai falhar. "Vamos ver mais esforços assim, mas eles vão falhar", afirmou ele. "A internet é como água, vai achar seu caminho". Schmidt fez a principal palestra do dia no Mobile World Congress, em Barcelona, o principal evento anual do setor de telecomunicações. Ele fez uma defesa da liberdade da rede, não só em relação a governos, mas também em relação às Nações Unidas. "Temos que tomar cuidado com movimentos que parecem lógicos. Os princípios da internet são diferentes dos da UIT [Organização Internacional de Telecomunicações, braço da ONU para o setor]", afirmou Schmidt. "Ela iria balcanizar a internet, de maneira a fazer com que cada pedaço seja reguladao de uma maneira diferente. Seria um desastre", disse ele. O executivo mencionou as fotos e os tuítes que rodaram o mundo durante a Primavera Árabe para afirmar que a expansão da internet móvel vai cada vez mais "mudar a maneira como as pessoas se relacionam com o mundo". "Será impossível ignorar os pedidos de ajuda dessas pessoas em momentos de guerra e sofrimento. Haverá menos espaço para ditadores", afirmou. 

INDICADORES DO BLOG

ÍNDICE BOVESPA














BOLSAS NO MUNDO
INDICADOR
VARIAÇÃO*
DATA
CAC 40 - Paris
+0.36
28/02/2012
DAX - Frankfurt
+0.55
28/02/2012
Dow Jones
+0.19
28/02/2012
FTSE-100 Londres
+0.20
28/02/2012
H.Seng-H.Kong Exch.
+1.65
28/02/2012
IBEX 35-Madrid Stock Exch.
-0.12
28/02/2012
Nasdaq Composite Index
+0.67
28/02/2012
     
CÂMBIO
MOEDA
COMPRA(R$)
VENDA(R$)
DATA
HORA
US$ Com
1.6970
1.6990
28/02/2012
17:00
US$ Par
1.6500
1.8300
28/02/2012
16:03
US$ Tur
1.6500
1.8300
28/02/2012
16:03
US$ Médio
1.7017
1.7024
28/02/2012
13:13
Euro
2.2836
2.2861
28/02/2012
20:45:00

INDICADORES
INDICADOR
VALOR(R$)
VARIAÇÃO(%)
DATA
CDB Pré 30 dias CETIP
10.37
-4.33
31/08/2011
CDI Over - Andima
1.178088
+0.00
27/02/2012
Poupança 1o. dia mês seguinte
0.50000
+0.00
01/02/2012
Poupança Dia
0.50870
+2.67
28/02/2012
Taxa Juros Longo Prazo Ano
6.00
+0.00
01/01/2012
TBF - Taxa Básica Financeira Mês
0.7864
-0.33
27/02/2012
INPC % Mes IBGE
0.51
+0.00
01/01/2012
Taxa Prime (ano)
3.25
+0.00
28/02/2012
Taxa Selic Over
10.40
+0.00
28/02/2012
Libor 1M-British Pound
0.77788
+0.00
12/01/2012
     
INFLAÇÃO
INDICADOR
VALOR(R$)
VARIAÇÃO(%)
DATA
IGP-DI - Mês
0.30
+0.00
01/01/2012
IPC SP (FIPE) - Mês
0.61
+0.00
01/12/2011
IPCA (IBGE) - Mês
0.56
+0.00
01/01/2012


CINEMA NO BLOG


CISNE NEGRO (2010)
Black Swan


 Ficha Técnica
Outros Títulos:
Il cigno nero (Itália)
El cisne negro (Argentina)
Le cygne noir (Canadá francês)
Pais:
Estados Unidos
Gênero:
Drama, Thriller Psicológico
Direção:
Darren Aronofsky
Roteiro:
Mark Heyman, Andres Heinz, John McLaughlin
Produção:
Scott Franklin, Mike Medavoy, Arnold Messer, Brian Oliver
Design Produção:
Thérèse DePrez
Música Original:
Clint Mansell
Fotografia:
Matthew Libatique
Edição:
Andrew Weisblum
Direção de Arte:
David Stein
Figurino:
Amy Westcott
Guarda-Roupa:
Jennifer Ingram, Kate Mulleavy
Maquiagem:
Marjorie Durand, Todd Kleitsch, Chris Kelly e outros
Efeitos Sonoros:
Craig Henighan, Brian Emrich, Steve Baine e outros
Efeitos Especiais:
Roland Blancaflor, Conrad V. Brink Jr.
Efeitos Visuais:
Dan Schrecker, Colleen Bachman, Christian Cardona
Elenco
Natalie Portman
Nina Sayers
Mila Kunis
Lily
Vincent Cassel
Thomas Leroy
Barbara Hershey
Erica Sayers
Winona Ryder
Beth Macintyre
Benjamin Millepied
David
Ksenia Solo
Veronica
Kristina Anapau
Galina
Janet Montgomery
Madeline
Sebastian Stan
Andrew
Toby Hemingway
Tom
Sergio Torrado
Sergio
Mark Margolis
Sr. Fithian
Tina Sloan
Sra. Fithian
Shaun O'Hagan
Sebastian
Stanley Herman
Tio Hank
Christopher Gartin
Waiter Scott
Leslie Lyles
Enfermeira

Prêmios
Prêmios Globo de Ouro, EUA
Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Natalie Portman)
Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA
Prêmio de Melhor Fotografia
Festival Internacional de Veneza, Itália
Prêmio Marcello Mastroianni (Mila Kunis )

Indicações
Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA
Oscar de Melhor Filme
Oscar de Melhor Direção (Darren Aronofsky)
Oscar de Melhor Fotografia
Oscar de Melhor Edição
Oscar de Melhor Atriz (Natalie Portman)
Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra
Prêmio de Melhor Filme
Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Barbara Hershey)
Prêmio de Melhor Atriz (Natalie Portman)
Prêmio de Melhores Efeitos Visuais Especiais
Prêmio de Melhor Edição
Prêmio de Melhor Maquiagem
Prêmio de Melhor Design de Produção
Prêmio de Melhor Som
Prêmio de Melhor Roteiro Original
Prêmio David Lean de Melhor Direção (Darren Aronofsky)
Prêmios Globo de Ouro, EUA
Prêmio de Melhor Filme - Drama
Prêmio de Melhor Direção (Darren Aronofsky)
Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Mila Kunis )
Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra
Prêmio Filme do Ano
Prêmio Ator do Ano (Natalie Portman)
Prêmio Diretor do Ano (Darren Aronofsky)

Videoclipes


Sinopse
Nina Sayers, uma jovem bailarina de 20 e poucos anos, dança o prólogo de “O Lago dos Cisnes”, um balé em que uma princesa se transforma em Cisne Branco e que só pode voltar ao estado inicial, se um homem jurar fidelidade eterna a ela. Na medida em que Nina dança no papel da princesa, o mágico aparece e coloca a maldição sobre a princesa. Nina então acorda em seu apartamento, tendo a seqüência de dança sido apenas um sonho. Ela começa seu alongamento diário, falando à mãe sobre o sonho, enquanto esta não lhe dá atenção. Ela comenta ainda que o diretor de sua companhia de balé, Thomas Leroy, prometeu-lhe aproveitá-la mais nesta nova temporada.

Nina vai ao estúdio, onde toma conhecimento que a bailarina principal está sendo afastada, devido à sua idade ser superior a 40 anos. Como resultado, Thomas está procurando um novo rosto para substituí-la. Ele anuncia a todos que a primeira apresentação da temporada será uma reedição de “O Lago dos Cisnes.

Mais tarde, testes são realizados para encontrar a substituta de Beth como a Princesa Cisne. Nina dança o Cisne Branco impecavelmente e, em seguida, Thomas lhe pede para dançar o Cisne Negro. Quando ela começa a dançar, é interrompida pela chegada tardia da nova bailarina, Lily. De qualquer forma, Thomas não se mostra impressionado com seu desempenho, afirmando que ela falhou ao tentar captar a sensualidade do Cisne Negro.

Nina vai para casa, onde desaba em lágrimas. Em seguida, passa a praticar sua dança até o ponto em que machuca um de seus dedos do pé. No dia seguinte, procura Thomas em seu escritório e lhe diz que terminou a dança “Cisne Negro”, em casa, e que deseja o papel. Ele lhe responde que decidiu dar o papel a outra bailarina, Veronica. Um pouco decepcionada, ela diz 'ok' e se prepara para sair, quando ele a beija apaixonadamente. Irritada com esse avanço indesejado, Nina morde o lábio dele e sai correndo do seu gabinete, o que tanto impressiona Thomas.

Thomas anuncia oficialmente a "aposentadoria" de Beth e a ascensão de Nina ao posto de Rainha dos Cisnes. Tal anúncio, por outro lado, provoca ciúmes em algumas bailarinas, principalmente em Lily e Beth. Esta, com o rímel preto escorrendo pelo rosto, pergunta à Nina se, para ganhar o papel, ela teve que chupar o pau de Thomas. Ofendida, a jovem responde que nem todo mundo precisa recorrer a atos como esse. Beth continua a ofendê-la até que Thomas aparece e se retira em companhia de Nina. O dois vão até a casa dele, onde Thomas lhe pergunta se ela é virgem, se gosta de fazer sexo, deixando-a desconfortável. Finalmente, ele lhe diz que, para melhor desempenhar o seu papel, como bailarina, ela precisa descobrir sua sexualidade, passando-lhe então um dever de casa: procurar masturbar-se.

Na manhã seguinte, ao acordar, Nina começa a se tocar, conforme sugerido por Thomas, chegando ao orgasmo. Mais tarde, já no estúdio, toma conhecimento que Beth foi atropelada e que se acha hospitalizada. Thomas, entretanto, acredita que a bailarina se jogou contra o tráfego, numa tentativa de suicídio. Nina vai até o hospital, onde a encontra sedada.

Ao voltar a ensaiar, ela continua a ter dificuldades com seu desempenho. Desapontado, Thomas espera que todos saiam para ser seu parceiro. Enquanto dançam, ele move lentamente suas mãos por sob as coxas dela, tocando-a. Depois de um longo beijo, ela se mostra completamente seduzida. Ele se afasta dizendo-lhe que a seduziu, mas que, na verdade, o que queria era vê-la seduzindo sua dança.

Lily procura fazer intriga de Nina junto a Thomas, bem como a fazer de tudo para que a bailarina perca o papel de Princesa Cisne. No dia seguinte, por exemplo, irritado, Thomas lhe procura para dizer-lhe que Lily a viu chorando e reclamando que ele estaria pegando pesado, sugerindo que ela se afaste por um, dois dias, ou mesmo um mês. À noite, já em casa, quando se prepara para descansar, Nina é surpreendida quando Lily bate à sua porta. Depois de pedir-lhe desculpas pelo embaraço causado, Lily a convida para saírem juntas. Embora sua mãe seja contra a idéia, Nina termina atendendo ao convite de Lily.

As duas vão a um Bar, onde Lily a dopa, colocando comprimidos em sua bebida. Já de madrugada, ainda sem se sentir completamente lúcida, Nina volta para casa ainda em companhia de Lily. Uma vez lá, as duas vão para o seu quarto onde, depois de se beijarem apaixonadamente, Lily a despe e, rasgando-lhe a calcinha, começa a fazer-lhe sexo oral.

Na manhã seguinte, ao acordar com uma dor de cabeça de ressaca, Nina não encontra Lily e percebe que se acha atrasada para o ensaio. Ao chegar ao estúdio, encontra Lily dançando com o resto do grupo, fazendo o seu papel e usando os seus trajes. No intervalo, ao ser questionada por Nina, Lily lhe diz que não esteve com ela em seu quarto, que passou a noite com Tom e que a última vez que a viu foi no Bar. Envergonhada, Nina se afasta sem saber se dormiu ou não com Lily.

Ao tomar conhecimento que Thomas colocou Lily como sua substituta, Nina o procura para pedir-lhe que não o faça, convencida de que Lily está tentando roubar o seu papel. Thomas lhe fala da necessidade de se ter uma substituta, lhe adverte que ela está ficando paranóica e lhe diz que a única pessoa a tentar sabotar Nina é ela própria. Naquela noite, após praticar sua dança com o pianista, ela ouve uns risos e, ao seguir o barulho, encontra Thomas fazendo sexo com Lily em cima de uma mesa de trabalho. Seus olhos enchem-se de lágrimas e ela corre para seu camarim.

Ao acordar no dia seguinte, Nina pergunta à mãe por que suas mãos acham-se cobertas. Esta lhe responde que é para evitar arranhões que ela vem fazendo em suas costas. De repente, a jovem percebe que está mais uma vez atrasada para o balé. Ao vê-la furiosa, sua mãe lhe diz que já avisou Thomas que ela não se acha bem e que não poderá ir dançar. Sem ouvir a mãe, ela bate a porta e segue para o teatro. Ao chegar lá, encontra Lily já vestida a conversar com Thomas, pronta para entrar no palco em seu lugar. Nina diz a ele que está preparada para a estréia daquela noite e se dirige ao seu camarim. Thomas a segue e lhe comunica que já instruiu Lily para ser a estrela da noite. Em resposta, ela lhe diz que se não entrar no palco, a Companhia vai ficar marcada pela polêmica, depois do incidente com Beth. Impressionado com sua audácia, Thomas lhe pede para se preparar.

Nina finalmente entra no palco e se mostra tão rígida e tímida como ocorria nos ensaios. Ao ver Lily flertando com um dos bailarinos, ela perde a concentração, o que faz com que o 1º bailarino a largue no centro do palco. No intervalo, ela culpa seu partner e se dirige ao camarim, onde encontra Lily a se maquiar em sua mesa. As duas lutam e, num determinado momento, Nina acredita ter matado sua rival. Assim, esconde o corpo de Lily no banheiro e, em seguida, se prepara para voltar ao palco, agora vestida e maquiada para interpretar o “Cisne Negro”.

Ao voltar ao palco, Nina se mostra outra pessoa, ao dançar com um abandono apaixonado. Tudo que Thomas vinha lhe pedindo nos ensaios, ela passa a exibir, começando a se transformar fisicamente em um cisne negro no palco. Ela dança como nunca e maravilhada, a platéia a aplaude de pé. Nina corre para fora do palco em direção Thomas e, na frente de todos, o beija apaixonadamente, após finalmente seduzi-lo com seus movimentos. No camarim, ao se preparar para o próximo ato, ela recebe a visita de Lily que a felicita pelo seu magistral desempenho. Confusa, ao verificar que não matara sua rival, Nina finalmente descobre que ela é quem se acha ferida no abdômen, de onde retira um caco de vidro. Apesar de estar sangrando, ela se veste para o ato final, como o Cisne Branco.

Este último ato marca definitivamente sua consagração. Na cena final, o Cisne Branco vai para o topo de uma grande estrutura a fim de cometer suicídio, o que faz com muita graça. Uma vez no topo, ela olha para baixo e, em seguida, cai para trás. Quando a cortina desce, Thomas fica radiante e apaixonado por Nina. Sorrindo, ele se ajoelha para felicitá-la, enquanto as bailarinas se reúnem em torno da estrela. Nina não fala, apenas sorri e escuta os elogios. Lily é a primeira a observar a imensa mancha de sangue se formando em seu traje branco. Alguém grita por socorro, enquanto Thomas lhe pergunta o que ela fez. Nina, calma e silenciosamente pronuncia: “Eu estava perfeita”. Enquanto a platéia continua a aplaudi-la e, cercada pelo seu grupo de dança, ela dá seu último suspiro.

Comentários
“Cisne Negro” é um thriller psicológico sobre uma bailarina mentalmente em desintegração, com várias seqüências de dança inesquecíveis. Com muito movimento, apresenta exatamente o tipo de relações que se espera de um mundo em que se vive sob alta pressão, onde só pode haver um vencedor. Realizado pelo cineasta Darren Aronofsky, o filme é um espetáculo impressionante sob os mais diversos aspectos, principalmente para os amantes do balé.
Além da ótima direção desenvolvida por seu realizador, “Cisne Negro” nos brinda com o excelente trabalho de câmera de Matthew Libatique, mostrando perfeitamente a natureza frenética da história, com a trilha sonora de Clint Mansell, reformulando algumas peças de Tchaikovsky, e com o intenso trabalho de coreografia.
Do ponto de vista negativo, chamou-me atenção o fato de várias cenas apresentadas não deixarem claro se as mesmas estão realmente acontecendo ou se são apenas frutos da imaginação de Nina. De menor importância, há ainda uma cena de lesbianismo completamente gratuita.
Como grande destaque do filme, acha-se Natalie Portman no papel principal. Tendo estreado no cinema aos 13 anos, no filme “O Profissional”, no qual procurou aprender o ofício de “matadora” para vingar a morte de um irmão, com “Cisne Negro” ela se impõe como uma atriz de múltiplas facetas, tão confortável em um drama, uma comédia ou um filme de ficção científica.

TURISMO NO BLOG


PISCINAS NATURAIS DÃO TOQUE ESPECIAL A TRANQUILA ILHA DE ITAPARICA

As praias banhadas pelo mar azul, calmo e de águas mornas da Ilha de Itaparica, a maior ilha da Baía de Todos os Santos, na Bahia, são destino certo para quem procura tranquilidade em meio à natureza exuberante para longos dias de descanso. Com céu azul e sol forte, os dias tardam a passar e o turista terá tempo suficiente para conhecer belas praias, degustar a gastronomia local e ainda aproveitar para relaxar e esquecer a correria das grandes metrópoles. Com mais de 40 quilômetros de praias, a Ilha de Itaparica é dividida em dois municípios: Itaparica e Vera Cruz, cujo centro comercial é mais conhecido como Mar Grande. Cercada por uma extensa barreira de recifes, a ilha - cujo nome deriva do tupi, “Itaparica” significa “cerca de pedras” - tem águas brandas e piscinas naturais formadas em grande parte das praias, principalmente na maré seca. Em sua extensão é possível encontrar ainda enseadas praticamente desertas, dentre elas destaca-se Berlinque na extremidade de Vera Cruz. Para quem gosta de um pouco mais de agitação e infraestrutura, as praias de Ponta de Areia e Itaparica (em Itaparica) reúnem quiosques “pé na areia” que servem delícias da gastronomia local como o tradicional acarajé e porções de peixe como filé de agulinha e pititinga. Também há bebidas a base de frutas regionais abundantes como manga, umbu e cajá. Localizada no coração da Baía e há apenas 13km de Salvador, a ilha proporciona paisagens deslumbrantes e diversificadas. As praias voltadas para o leste (ou seja, nascentes), por exemplo, como a do Duro e Gamboa (em Vera Cruz), encantam pela bela vista da silhueta de Salvador. Como foto de cartão postal ficam as noites em que a lua vai surgindo aos poucos atrás dos arranha céus da cidade, iluminando as calmas enseadas locais.

História
Voltar à história da Ilha de Itaparica é retornar aos primórdios da nossa civilização. O descobrimento do Brasil se deu em terras baianas, onde hoje é Porto Seguro. Um ano mais tarde, a 720 km de distância do ponto do descobrimento, Américo Vespúcio avistou a Ilha de Itaparica, na época residida pelos índios Tupinambás. Passados dez anos, em 1510, o navegador português Diogo Álvaro Correia, que ficou conhecido como “Caramuru”, registrou sua passagem por aqui. Ao se casar com a princesa tupinambá “Paraguaçu” ele formou a primeira família genuinamente brasileira. Os jesuítas foram responsáveis pela colonização de Itaparica, ocorrida em 1560, e firmaram-se na contra-costa onde hoje localiza-se Baiacu, rústica vila de pescadores. A partir de 1600 os ingleses e holandeses tentaram ocupar a ilha inúmeras vezes e só foram expulsos definitivamente pelos portugueses em 1647. Ainda hoje no município de Itaparica é possível observar monumentos daquela época como o Forte São Lorenço, onde encontra-se a única área de desmagnetização de navios do país, e o Solar do Rei, que hospedou D. João VI, D. Pedro I e D. Pedro II. Até 1833 a Ilha de Itaparica fazia parte de Salvador. Com o crescimento da cidade, aumento do turismo e frente às dificuldades administrativas, a ilha foi dividida e em 1962 surgiu o município de Vera Cruz.

Fonte: Uol Turismo



ATENÇÃO WEB LEITOR: PARA VISUALIZAR AS DEMAIS ATUALIZAÇÕES, CLIQUE NO ÌCONE "POSTAGENS  MAIS ANTIGAS", LOGO ABAIXO.